Próxima Edição - 21 de outubro

15.6 C
Gondomar
Sexta-feira, Outubro 15, 2021

Gondomar cria apoios ao comércio local com “Compre+ Local” e “Natal Solidário”

Também pode ler

> Cláudia Vieira, vereadora da Câmara Municipal de Gondomar

O Município de Gondomar tem a decorrer duas campanhas alusivas ao Natal que em conjunto pretendem estimular junto dos munícipes o investimento na economia e no comércio local. No total, as campanhas “Compre + Local” e “Natal Solidário” representam um investimento de 310 mil euros.

A campanha “Natal Solidário” atribui um Cabaz de Natal às famílias do Município de Gondomar em situação de maior fragilidade. Esta iniciativa permite a entrega de cabazes, sob a forma de vales, para a aquisição de géneros alimentares, a ser descontados nos estabelecimentos comerciais locais aderentes. Neste âmbito, foi aprovada uma verba de 40 mil euros, de forma a atribuir cabazes às famílias, em forma de vales, medida complementar ao apoio já disponibilizado pela autarquia às famílias que integram o Programa Social +.
A campanha “Compre + Local”, iniciativa que visa fomentar o comércio local na época natalícia e para a qual foram disponibilizados 270 mil euros, espera revitalizar e dinamizar o comércio do concelho, num ano particularmente difícil para o comércio local. Os estabelecimentos devem proceder à inscrição na plataforma para o efeito, para que lhes seja atribuído um kit que os identifica enquanto loja aderente. Os clientes, após a compra, igual ou superior a 24€ -pode ser cumulativo até três faturas do mesmo estabelecimento- devem registar as suas faturas na plataforma (compremaislocal.pt). A vereadora responsável pela iniciativa Cláudia Vieira revela que “caso, tenha uma fatura de 80 euros pode dividi-la em vários talões para poder obter mais prémios”. Todas as semanas, o Município irá sortear 200 faturas/clientes, os quais serão premiados com peças de ourivesaria e cabazes. Estes prémios terão, aproximadamente um valor de 20 euros.
A Vereadora explica ainda que comprar no comércio local traz outras vantagens apelativas inexistentes nas grandes superfícies: “As grandes superfícies naturalmente que tem uma ou outra capacidade de negociação, no entanto, também percebemos que se nos modelos de comunicação que tem já definidos existem produtos muito competitivos, existem outros que se calhar não são assim tão competitivos quanto isso. O que acontece é que o consumidor quando é levado a uma grande superfície pela quantidade de oferta, ele pode ir atrás daquele produto que está no topo para ser adquirido a um preço apelativo, mas depois se fizer as contas a tudo o resto que acaba por ser impelido a comprar, eventualmente pode não justificar a compra que efetuou porque tem outros preços que não são assim tão competitivos, mas isso tem a ver com a questão de marketing e de negócio.
No comércio local temos a vantagem do sentimento de proximidade e de relação, de saber que é aquela pessoa que ali está e que lá vai estar daqui por três ou seis meses, porque o que no fundo se pretende criar é este sentido de fidelização do cliente e, nós sentimos isso
nas nossas lojas. No nosso comércio existem efetivamente clientes fidelizados.▪

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias