Próxima Edição - 22 de dezembro

10 C
Gondomar
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022

À Conversa com Paulo Ferreira: o mundo, o ambiente e a sustentabilidade

Também pode ler

No início do mês de março, o projeto interdisciplinar das turmas do décimo ano da Escola Secundária de Valbom, finalizou com uma tertúlia com o fotógrafo gondomarense Paulo Ferreira, na emblemática sala de espetáculos da Escola Dramática e Musical Valboense.

> Direitos Reservados

No encontro – À Conversa com Paulo Ferreira: o mundo, o ambiente e a sustentabilidade – os presentes tiveram a oportunidade de viajar pelo mundo, através da visualização dos documentários que demonstram o percurso do realizador, o que permitiu refletir sobre diversas problemáticas ambientais. Este foi segundo momento dos alunos com o fotógrafo de natureza e realizador gondomarense, que partilhou o seu exemplo com os discentes, alertou para o impacto do nosso comportamento e atitudes que adotamos com o meio ambiente, o que contribuiu para uma maior consciencialização das boas práticas ambientais.

A sessão terminou com a apresentação do documentário “No silêncio dos Moinhos”, onde revelou todo o processo de elaboração, preparação e edição do mesmo.

Após a apresentação deu-se início à conversa, tendo os alunos colocado diversas questões pertinentes que foram prontamente respondidas, proporcionando momentos de aproximação e de reflexão com os discentes.

> Direitos Reservados

“Os rapazes de Jancido” foram convidados e estiveram presentes, dando-se a conhecer com a sua subida ao palco, onde salientaram o contributo que Paulo Ferreira, agora também membro do grupo, tem dado para a preservação e manutenção do percurso dos Moinhos de Jancido. 

A professora Aida Garrido, responsável e impulsionadora do projeto, diretora de turma da área das humanidades, salientou que o projeto resultou de um trabalho de equipa que envolveu, em primeiro lugar, a diretora de turma da área de ciências, professora Teresa Mendes, que aceitou o desafio que lhe propôs, seguindo-se todos os outros professores dos conselhos de turma envolvidos, que contribuíram com várias atividades integradas nas diferentes disciplinas.

Esta tertúlia é o culminar do projeto que envolveu as disciplinas de Português, Inglês, Biologia, História, Geografia e Filosofia. A turma do curso profissional Técnico de Multimédia também esteve envolvida no projeto.

A responsável afirmou ainda que este momento foi muito gratificante para todos e que os alunos iriam, com certeza, olhar de modo diferente o mundo que os rodeia, particularmente, quando voltarem ao percurso dos Moinhos de Jancido.

Paulo Ferreira, revelou o seguinte: “Tudo começou no dia 9 de fevereiro (1º momento), com a inauguração de uma exposição de fotografia de natureza na Escola, que inicialmente esteve patente ao público em espaço aberto, nos Moinhos de Jancido. Ser convidado para integrar um projeto escolar, é sempre uma honra e um motivo de orgulho, quando tudo isto acontece no meu concelho e me é possibilitado dar a conhecer o meu trabalho, quer fotográfico, quer de vídeo. Por esta razão, sinto que quer o projeto, quer a minha participação, de certa forma complementaram-se. Discentes, docentes e eu próprio pudemos aprender um pouco mais.Da parte dos alunos, senti que estiveram interessados nas tarefas que a escola lhes solicitou e acrescentaram valor à minha exposição de fotografia de natureza. Os professores afetos ao projeto encararam com seriedade a dimensão do mesmo e disponibilizaram muito do seu tempo para incentivar os alunos. Este compromisso entre a escola, os professores e os alunos motivaram ainda mais o meu interesse, o que facilitou a minha palestra mediante um público surpreendido com a dimensão do projeto, quer pessoal, quer escolar”.

Sobre a sua participação explica que, de forma geral, “foi bastante positiva” e pode servirá de exemplo para projetos futuros.

Ao concluir acrescenta ainda o seguinte: “Fiquei satisfeito com os objetivos traçados pela escola e dou os parabéns aos professores envolvidos, nomeadamente à Professora Aida Garrido, e espero que o concurso «Vamos fazer um plano», promovido pelo Plano Nacional das Artes e o Jornal o Público, saiba reconhecer o trabalho de todos.”

 

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias