Próxima Edição - 22 de dezembro

10 C
Gondomar
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022

“Nesta casa, os sonhos não têm limites e o nosso são as Olimpíadas”

Também pode ler

O Clube Náutico de Marecos, está a comemorar o seu 18º aniversário. Um clube de Jovim que, nos últimos anos tem dado cartas nos Campeonatos Nacionais e Internacionais. Durante a sua história o clube sempre guiou-se pela filosofia de que não há limites para os sonhos. Atualmente com mais de 70 atletas, tem um objetivo, trabalhar para os Jogos Olímpicos.

Jaime Vieira- Presidente e Sócio Fundador

Sou presidente desta associação há 18 anos e sou sócio nº1 do clube. Para mim, é gratificante ver tudo o que este clube já alcançou, fico até emocionado. Nascemos de um sonho quase impossível, tínhamos apenas um ‘barraquinho’, onde apenas cabia um caiaque, mas ao longo destes anos fomos evoluindo. É como disse e volto a repetir, ao fim de 18 anos ver o que alcançamos fruto de muita dedicação e trabalho, os resultados começaram a aparecer. Resultados de excelência! É um orgulho vê-los crescer e a conquistar os palcos do mundo. No entanto, apesar dos resultados, para mim há uma coisa que é importante que é a humildade no trabalho. Este é o segredo. É manter o foco sempre no futuro. Não podemos relaxar com os resultados, porque nada se consegue sem trabalho. O que espero no futuro é ver os meus atletas nos Jogos Olímpicos. E acredito que vai ser possível, porque a canoagem portuguesa está num patamar enorme, só pelo trabalho que está a ser feito nos clubes, juntamente com a federação. Portanto, eu sei que é um sonho que poderemos conseguir alcançar. Nesta casa, os sonhos não têm limites.

Gustavo Gonçalves – Escalão sub. 23 – Vice-Campeão do Mundo

Competi no campeonato do mundo de sub-23 e mais recentemente, competi no campeonato do mundo de universitários. No Campeonato Universitário consegui conquistar três medalhas de prata e trouxe ainda uma medalha de prata do Campeonato do Mundo. Sinto que o campeonato que me deu mais nervosismo foi o campeonato do mundo de sub-23, porque foi a prova para qual treinamos mais. Era o grande objetivo para finalizar bem a época, tínhamos ficado em 4.º no Campeonato da Europa e sabíamos que tínhamos potencial. Tentamos melhorar e apareceu a medalha, o que foi um bom resultado. Tanto no meu caso, como o do meu parceiro somos primeiro ano como sub. 23, por isso, são bons identificadores.

Quando parti para a competição tinha em mente que tinha dado o meu melhor nos treinos e sabia que ia dar tudo na competição. Se a mudança viesse ia ser bom, felizmente, apesar da competitividade sentida, conseguimos alcançar esse objetivo, apesar de termos ficado à escassas milésimas do ouro.

Para mim, subir ao pódio de um Campeonato do Mundo com a camisola da seleção é uma sensação diferente. Felizmente estavam muitos portugueses e contamos com muito apoio, o que para nós é uma sensação de conforto por todo o esforço que fizemos de preparação, porque temos dias que são muito duros. É muito gratificante e é um orgulho. Agora é esperar para ver que estágio sou chamado da equipa nacional e depois, o primeiro objetivo passará pela seleção nacional que deverá acontecer em abril e garantir o meu lugar na equipa para continuar a fazer bons resultados nas competições internacionais.

Clara Lopes – Sub. 23 Campeonato da Europa, Medalha de Bronze (júnior)

Senti-me gratificante por perceber que finalmente o árduo trabalho que tenho vindo a fazer, com a ajuda do meu treinador Hugo Rocha, o Senhor Jaime, os meus pais, o meu irmão e os meus colegas de treino está a dar frutos!

Representar as cores nacionais é sempre um orgulho e represento sempre com o objetivo de trazer o melhor resultado para o país usufruindo sempre da experiência positivamente!

Estava à espera de trazer um bom resultado porque tínhamos trabalhado muito quer eu, quer as minhas colegas de equipa, Ana Brito, Beatriz João e Francisca Lopes, mas não imaginava pisar o pódio!

Para o futuro já na categoria sénior tenho como principal objetivo treinar mais e melhor com a expectativa de voltar a ingressar na seleção nacional e depois posso sonhar com mais!

Hugo Rocha- Treinador

Há quatro anos que sou treinador em Marecos. Nestes últimos anos tenho estado como responsável de todos os escalões, desde menores, até seniores e veteranos. Agora, tenho uma pessoa que me está ajudar, o Ramiro Nelson, que me ajuda nas camadas mais jovens, assim fico com mais tempo para treinar os atletas mais profissionais e mesmo até para mim, para conseguir treinar.

Para mim, como treinador, ver os meus atletas a destacarem-se nos campeonatos é um orgulho. No ano passado fomos o terceiro melhor clube a nível nacional, no Campeonato Nacional de Pista. Para nós, aqui no clube, focamos um pouco mais na pista, porque são as disciplinas olímpicas. Nós na canoagem temos várias vertentes, mas como o nosso sonho é participar nos jogos olímpicos, essa modalidade é o nosso foco. Mas ver tudo o que temos vindo a conquistar é muito gratificante. Este ano fomos o 4º melhor clube de formação e o nosso objetivo é continuar a melhorar.

Para além disso, o facto de termos atletas como o Gustavo, como a Clara e como o Martim, que receberam medalhas no campeonato do mundo e no campeonato da Europa, isto já estamos a falar num patamar mundial. Mas estes patamares só conseguimos atingir com muito trabalho. Eu próprio já fui atleta da seleção entre 2012-2020. Foram oito anos de alta competição e sei que é muito complicado, é preciso muita disciplina e muita força de vontade, porque abdicamos de muita coisa.

Bruno Ferreira- Atleta Escalão Master

Participei recentemente no Campeonato do Mundo e posso dizer que foi uma experiência muito diferente, porque competir com a camisola da seleção é sempre uma experiência muito boa. Representar Portugal é uma sensação ainda mais gratificante, principalmente quando temos orgulho da nossa nação. Custou um pouco, foi uma prova que experenciamos algumas diversidades, mas conseguimos acaba-la e ficamos felizes com o resultado. Quanto ao futuro, é continuar este projeto com o meu colega Ricardo Gonçalves, continuar a treinar e fazer o próximo campeonato do mundo que está marcado para acontecer na Polónia. ■

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias