Parque Urbano do centro de Gondomar

Marco Martins: “Nós temos uma rede de parques urbanos que já fomos definindo, este nunca foi anunciado”

Depois do lote de Parque Urbanos já conhecidos e propostos para o município, Marco Martins avançou em primeira mão ao VivaCidade o novo Parque Urbano do centro de Gondomar, com o objetivo de “dar um novo ar a Gondomar”.

Novo Parque Urbano em Gondomar 

Na rede que tínhamos divulgado na campanha tínhamos Rio Tinto que está feito, tínhamos Fânzeres/São Cosme que está em execução, Ribeira da Archeira que está em revisão do projeto, Baguim do Monte, Medas, São Pedro da Cova e o passadiço de Rio Tinto que já está concluído. Esta é a rede de parques urbanos que propusemos para o município. Entretanto havia uma questão que estávamos a trabalhar e que só anunciamos publicamente há 3 meses atrás quando foi possível fazê-lo, que é o Parque Urbano do Centro de Gondomar. 

Objetivo do Parque Urbano

O objetivo é dar a quem entra na cidade no seu maior acesso, vindo do IC 29 saindo no nó do Multiusos, uma entrada franca e aberta para o concelho com uma zona que capte as pessoas e que consiga dar um ar urbano e de cidade. É uma grande aposta em São Cosme e a ideia é requalificar aquele espaço, fazendo uma ligação entre aquilo que já existe, prevendo já a passagem naquele local da futura linha do metro que vai circundar o parque por dois lados. Vem do Hospital Fernando Pessoa, passa na Avenida Oliveira Martins e vira à esquerda em direção ao Souto, isso já está previsto. Temos um pequeno anfiteatro, temos um pequeno bar de apoio, uma esplanada, casas de banho e o percurso a toda a volta. Hoje quem entra em Gondomar vê prédios altos, um supermercado e um terreno a monte. Tentamos, e foi o Carlos Brás que teve a fazer esse trabalho todo, perceber se aquela questão que tem mais de 40 anos de conflito entre proprietários se resolvia para negociarmos a aquisição. Não foi possível isso acontecer, ainda há conflito entre esses proprietários a qual a Câmara é alheia. Por isso, propusemos à Assembleia Municipal, que já provou um processo de expropriação para aquele terreno. 

Investimento

É um investimento inteiramente suportado pela Câmara Municipal de Gondomar. Estamos a falar de um investimento que vai revolucionar o centro de Gondomar na ordem dos 4 milhões de euros, nos quais se destacam 2,6 milhões para o terreno, à volta de 70 mil euros para o projeto e estudos, e 1,3 milhões para a construção. Por analogia, o Parque Urbano de Rio Tinto tem mais 70% da área do que este. Este tem 23 mil metros quadrados o de Rio Tinto tem 36 mil. O de Rio Tinto ficou por 2,6 milhões e este vai ficar por 4 milhões.

Autoria do projeto

Nós convidamos um arquiteto jovem premiado da nova geração de Gondomar, o Paulo Merlini, que tem ganho vários prémios internacionais. Convidámo-lo a ele e a uma equipa que ele escolheu, agarrou a ideia e confesso que nos surpreendeu positivamente quando nos veio apresentar o projeto. 

Planta do projeto

Assumimos encerrar uma rua, tal como fizemos em Rio Tinto com a Rua da Ranha e vamos juntar ainda, já negociado com o proprietário do terreno a poente da rua, 2500 metros. Existe um projeto para a construção de edifícios e nós já negociamos com os proprietários que só viabilizamos a construção com a cedência daquela área ao domínio púbico, ao que se juntam mais de 4000 do arruamento a encerrar e os 14 mil do terreno principal. Tem vários acessos pedonais em frente à Junta de Freguesia para fazer um corredor que vai ligar em frente a Igreja Matriz. Tem a entrada principal que é uma escadaria voltada para a rotunda do ourives, quem entra em Gondomar vai passar a ver uma escadaria a uma cota mais elevada, tem uma série de percursos à volta, tem o café com a esplanada, tem um lago, tem um anfiteatro para fazer pequenos eventos e vai ter uma zona com parque canino e um parque infantil. 

Apresentação do projeto

Dia 26 vamos apresentar o projeto e a ideia é fazer como em Rio Tinto, colocar em discussão pública, para que as pessoas possam ver, possam participar e até 31 de outubro aceitaremos sugestões e melhorias. Será uma discussão pública que vai demorar 1 mês e 5 dias.

Data prevista de conclusão da obra

A nossa expectativa é que o parque possa ficar pronto em meados de 2021 no máximo. O ideal era estar pronto daqui a um ano e meio, mas hoje em dia como está o mercado é impossível prever. Com este projeto daremos um novo ar a Gondomar e um ar de futuro à cidade. Passamos na área nobre do centro de Gondomar de uma zona edificável para uma zona pública e de lazer, tal como aconteceu no centro de Rio Tinto. ■

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.