Bloco de Esquerda já tem candidatos às freguesias de Gondomar

Entrega de listas BE

Bloco de Esquerda já tem candidatos às freguesias de Gondomar / Foto: Pedro Santos Ferreira

Estão formalizadas as candidaturas do Bloco de Esquerda aos órgãos autárquicos de Gondomar. O Vivacidade falou com o candidato à Assembleia Municipal e candidatos às freguesias. Conheça as propostas dos bloquistas.

O Bloco de Esquerda formalizou, no dia 3 de agosto, a entrega das candidaturas aos órgãos autárquicos de Gondomar. O partido não vai apresentar candidato à Junta de Freguesia na Lomba, mas estará envolvido nas restantes disputas autárquicas.

Bruno Pacheco será o cabeça de lista à Assembleia Municipal de Gondomar e promete dar continuidade ao trabalho desenvolvido por Rui Nóvoa – que será o candidato do partido à presidência da Câmara de Gondomar – neste mandato. “Queremos continuar a ser uma voz ativa. Na Assembleia Municipal vamos procurar desenvolver um trabalho de continuidade, mas também com inovação. O partido tem amadurecido a sua intervenção e vai tendo um contacto mais direto com os gondomarenses”, diz o candidato.

Em Baguim do Monte, será Nuno Caturna a liderar a candidatura bloquista. Ao nosso jornal, aponta o “final do ciclo liderado por Nuno Coelho” como uma oportunidade para “assegurar a representação do Bloco na Assembleia de Freguesia”. “A acontecer seria inédito e daria mais força ao Bloco. Temos como prioridade o apoio às famílias carenciadas e queremos reforçar o apoio à habitação social, que está muito degradada em Baguim do Monte”, refere Nuno Caturna.

Por sua vez, Virgílio Pereira será o candidato à Junta de Rio Tinto. O militante do BE considera que o rio da cidade continua a ser “uma mancha negra”. “Agora estão a construir o parque urbano, mas vai continuar a existir um rio poluído porque o intercetor não vai resolver todos os problemas de poluição”, aponta Virgílio Pereira, sem esquecer “a necessária melhoria de infraestruturas que foram descuidadas ao longo dos últimos anos”.

Em Fânzeres, Joaquim Espírito Santo será novamente candidato à União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova. O militante do BE quer ver concluído o processo de remoção dos resíduos perigosos de São Pedro da Cova, com “responsabilização do negócio que houve ali”. “Esse é um dos grandes problemas que temos neste território, a par da ETAR de São Pedro da Cova, que está fora de funcionamento. Em Fânzeres, achamos que deveriam ser criados parques urbanos com passadiços nas margens do rio Torto, em Fânzeres, e no rio Ferreira, em São Pedro da Cova. São zonas lindíssimas e que deveriam ser aproveitadas para a população”, afirma Joaquim Espírito Santo.

Sara Santos será a candidata à presidência da União das Freguesias de Gondomar (São Cosme), Valbom e Jovim. A bloquista não se conforma com a precariedade que afirma existir nesta autarquia e quer “ter mais eleitos na Assembleia de Freguesia”, a par de “outras propostas para a mobilidade e inserção social” deste território.

Na agregação de Foz do Sousa e Covelo, será Fábio Sousa a encabeçar a candidatura do BE. O jovem militante traz como principal objetivo “a eleição, pela primeira vez, de um representante político nesta União das Freguesias”. Ao Vivacidade, garante “uma candidatura jovem com uma visão moderna para o território, focada na recuperação das estradas principais e num maior aproveitamento dos recursos naturais para criar mais locais de lazer”.

Por fim, Manuel Gomes, candidato à presidência da União das Freguesias de Melres e Medas, promete um projeto “diferenciador, resultado da afirmação da sociedade civil perante a insatisfação que se verificava no terreno em função das candidaturas já conhecidas”. “Constatamos que as outras opções políticas não eram satisfatórias e, em função disso, decidimos avançar com o apoio do Bloco de Esquerda. Todavia, a nossa candidatura manifesta-se independente com o apoio deste partido”, garantiu Manuel Gomes.

As eleições autárquicas estão marcadas para o próximo dia 1 de outubro.

, , , , , , , , ,