“Aqui entram placas de madeira e saem colunas”

As colunas são produzidas na fábrica da NEXT Pro Áudio / Foto: Ricardo Vieira Caldas

As colunas são produzidas na fábrica da NEXT Pro Áudio / Foto: Ricardo Vieira Caldas

“Felizmente começamos a ser reconhecidos como uma empresa do concelho de Gondomar”

Apesar do reconhecimento nacional e sobretudo internacional, a firma lamenta quase não ter sido notada a nível local, até agora. “Estamos no mercado há muito tempo e não éramos consultados. No entanto, a situação mudou e tivemos a visita do executivo municipal e também do presidente da Junta de Freguesia a 7 de julho”, referiu André Correia.

Quanto à localização em Rio Tinto, o gerente admite que “podia ser melhor, até porque se o negócio continuar a evoluir e poderá ter que se ampliar as instalações.”

No final da conversa, nas palavras do próprio fundador António Correia, a empresa não esconde o desejo de que “a marca continue a ser reconhecida internacionalmente com a aposta em mercados difíceis”. “Nos mercados onde estamos presentes já nos preferem, mas é pena que aqui, em Portugal, não se pense assim”, finaliza.
Joe Cocker, Scorpions e Melanie C:

No portfólio da empresa de Rio Tinto constam exemplos nacionais como a RTP, o Coliseu do Porto e o Auditório de Gondomar, instituições que utilizam o equipamento de som riotintense. Já no estrangeiro, Joe Cocker, Joe Satriani, Melanie C, Scorpions e Metallica são alguns dos artistas que utilizaram o equipamento português.

,