Ases da matemática: Alberto Pacheco e Luís Rocha arrecadaram ouro nas Olimpíadas nacionais

Luís Rocha - Olimpíadas de Matemática

Luís Rocha, 12 anos / Foto: Pedro Santos Ferreira

Alberto Pacheco, 17 anos, e Luís Rocha, 12 anos, conquistaram as medalhas de ouro nas respetivas categorias na última edição das Olimpíadas Portuguesas de Matemática (OPM).

São gondomarenses e génios da matemática. Une-os a ambição de enveredar por uma profissão ligada à matemática e, a comprovar pelos resultados obtidos na mais recente edição da OPM, estão no bom caminho.

Luís Rocha frequenta o 7.º ano da Escola Básica e Secundária de Rio Tinto. Venceu a medalha de ouro na categoria júnior (6.º e 7.º anos) da prova, naquela que foi a sua segunda participação. “Participei com a ambição de ganhar uma medalha e apesar de achar que era possível acabei por ser surpreendido com a conquista da medalha de ouro. Acho que este prémio pode ser o início de uma carreira ligada à matemática”, afirma o pequeno génio da matemática.

Ao Vivacidade, Luís Rocha confessa o desejo de poder vir a trabalhar na NASA e espera chegar “ainda mais longe” nas próximas categorias das OPM. “No próximo ano, se vencer uma medalha, vou disputar o apuramento para as Olimpíadas Internacionais. Acho que com algum trabalho consigo chegar lá”, refere o estudante.

Alberto Pacheco - Olimpíadas de Matemática

Alberto Pacheco, 17 anos / Foto: Pedro Santos Ferreira

Por sua vez, Alberto Pacheco, aluno do 12.º ano do Colégio Paulo VI, arrecadou mais uma medalha de ouro para o seu histórico, na categoria B que engloba os alunos do ensino secundário. “É divertido saber que consegui destacar-me entre tantos alunos (90) na final da prova. É mais uma conquista pessoal e representa uma valorização do meu esforço. Fiquei satisfeito porque tenho consciência que não podia ter feito melhor”, diz em declarações ao nosso jornal.

No horizonte do aluno está a licenciatura em Matemática Aplicada e Computação no Instituto Superior Técnico, em Lisboa. Contudo, o próximo objetivo “é ir a Hong Kong, em julho, representar Portugal”, assume Alberto Pacheco.

O estudante admite treinar para as provas através da resolução de problemas realizados nas edições anteriores e procura melhorar as suas prestações, ano após ano.

Alberto Pacheco foi homenageado pelo Colégio Paulo VI em dezembro de 2015.

, , , , ,