Associação de Pais de Gens procura alunos do 1.º ano de escolaridade

Escola de Gens - abril 2018

Raquel Pinho, Alexandra Doroftei e Paulo Moreira da Associação de Pais da EB 1 de Gens / Foto: Pedro Santos Ferreira

A Associação de Pais da Escola Básica de Gens está a desenvolver uma campanha de angariação de alunos para o 1.º ano de escolaridade esta instituição de ensino.

Em Gens, a Escola Básica n.º 1 não tem alunos no 1.º ano de escolaridade. O número de alunos inscritos não foi suficiente para que a direção do Agrupamento de Escolas n.º 1 abrisse uma turma, fenómeno que os encarregados de educação não querem ver repetido no próximo ano.

Assim, a Associação de Pais da escola está a promover uma campanha de angariação de alunos que saem este ano dos jardins-de-infância para o 1.º ano.

“No ano passado, os pais foram surpreendidos com essa má notícia, por altura do período de inscrições. Viram-se obrigados a pensar noutras possibilidades para colocar as suas crianças. Por isso, este ano, uma das nossas lutas é fazer com que abra uma turma do 1.º ano de escolaridade. Para isso temos que conseguir a inscrição de 12 alunos. Neste momento temos oito inscrições garantidas”, aponta Alexandra Doroftei, da Associação de Pais (AP), ladeada por Pedro Moreira e Raquel Pinho.

Entre os motivos apontados para a inscrição na EB 1 de Gens estão o ensino de qualidade (com os melhores resultados escolares do 1.º ciclo de Gondomar), ambiente familiar e protegido, prolongamento de horário de manhã e à tarde, natação como atividade extracurricular, paisagem fantástica, proximidade da Natureza, atividades durante o ano sem custos, jardim-de-infância ao lado da escola e acesso fácil e rápido à A43.

Ao nosso jornal, Lília Silva, diretora do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Gondomar (AEG), reitera o compromisso assumido com a AP e com a comunidade de Gens, “no sentido de congregar as sinergias necessárias para fortalecer o papel desta escola no meio, garantindo que conseguiremos atrair mais alunos para esta escola que tem revelado ser capaz de desenvolver processos de ensino-aprendizagem eficazes e com grande mérito”. A responsável pelo AEG não deixa de dizer que acredita “vivamente na continuação do bom funcionamento desta escola”.

O período de inscrições para o 1.º ano de escolaridade terá início em maio e deverá prolongar-se até junho.

Município diz que é preciso “perceber a lógica das coisas”
Ao Vivacidade, Aurora Vieira, vereadora da Educação da Câmara de Gondomar, diz não poder reverter a situação atual. Contudo, a autarca mostra-se preocupada com a possibilidade de encerramento da EB 1 de Gens, sem deixar de dizer que é preciso “perceber a lógica das coisas”. “Neste caso, os pais deixaram de inscrever os alunos naquela escola e isso levou a uma baixa acentuada do número de alunos, ao ponto de impedir a abertura de uma turma do 1.º ano neste ano letivo. Esperamos que não se repita”, concluiu Aurora Vieira.

, , , ,