Buraco na estrada? Já pode comunicar diretamente à Câmara Municipal com uma nova aplicação móvel

Fotografe o problema

Fotografe o problema

Foi recentemente criada uma ferramenta que permite comunicar de forma fácil e rápida os problemas que detetados pelos cidadãos no espaço público. A aplicação móvel StreetAlert funciona em dispositivos móveis Android e iOS e está disponível para todos os concelhos de Portugal Continental.

É gratuita e está à disposição dos utilizadores de dispositivos móveis Android e iOS. A aplicação StreetAlert permite aos cidadãos portugueses registar um problema na via pública e, através da sua localização, enviar automaticamente o problema para a Câmara Municipal respetiva. “A grande quantidade e variedade de espaços de utilização pública requalificados, de mobiliário urbano instalado, de espaços verdes criados e de equipamentos disponibilizados à população, exigem da parte dos municípios uma atenção especial e uma atuação rápida no domínio da sua manutenção. Esta realidade exige mecanismos e ferramentas que facilitem e agilizem o levantamento e a resolução dos problemas”, explica ao Vivacidade a empresa detentora da nova app.

Escolha a tipologia

Escolha a tipologia

“O objetivo prende-se em criar uma ferramenta de utilização fácil e gratuita para os cidadãos para que possam remeter alertas que detetem dos espaços públicos. Cada vez é mais difícil manter pavimentos e imobiliários em boas condições e é importante dar rapidamente conhecimento aos Municípios dessas situações. Basta tirar uma fotografia, escolher a tipologia do problema e automaticamente o sistema deteta o local, com uma margem de erro de 10 metros, e o passo seguinte é validar a informação que é remetida através de email ao respetivo Município”, explica ao Vivacidade João Cepa, fundador da empresa responsável pela StreetAlert.

Para os utilizadores a aplicação é gratuita e os municípios também não têm que pagar nada, a não ser que queiram ter acesso à plataforma de gestão. “O Município pode entender que os alertas podem ser remetidos para serviços específicos e há essa possibilidade. Além disso, há possibilidade de fornecer relatórios permanentes sobre o tipo de problemas registados e tempos máximos de resolução. O executivo e o presidente podem depois receber alertas de cumprimento dos serviços”, explica o mentor da app, referindo-se ao serviço pago pelos municípios.

Envie para a Câmara Municipal

Envie para a Câmara Municipal

No que a Gondomar diz respeito, João Cepa admitiu que, apesar de o serviço estar a funcionar em pleno para o concelho, a autarquia ainda não revelou interesse no sistema. “Fui presidente da Câmara Municipal de Esposende durante 15 anos e foi uma ferramenta que sempre desejei ter. Quando saí da Câmara Municipal decidi criar esta aplicação com a empresa que fundei. Nós comunicamos a todas as Câmaras Municipais do país a criação e as características da aplicação. Informamos que íamos ativar o sistema para os munícipes e deixamos o convite para nos contactarem caso tivessem interesse na plataforma de gestão. Já contamos uma série de contactos de alguns Municípios mas ainda não recebemos qualquer resposta do Município de Gondomar” esclareceu o ex-autarca.

, , , ,