Candidatura “Gondomar no Coração” apresentou-se aos gondomarenses

Apresentação Rafael Amorim - julho 2017

Rafael Amorim, candidatos às Juntas e Maria João das Neves na apresentação / Foto: Pedro Santos Ferreira

No dia 7 de julho, a candidatura “Gondomar no Coração” apresentou Rafael Amorim, candidato à Câmara Municipal de Gondomar, Maria João das Neves, candidata à Assembleia Municipal de Gondomar, e os candidatos às Juntas de Freguesia, no Largo João Paulo II, em São Cosme.

Rafael Amorim, candidato da coligação PSD/CDS-PP “Gondomar no Coração” foi a figura da noite na iniciativa de apresentação da candidatura às Autárquicas 2017.

Em discurso, o candidato começou por recordar a ligação afetiva ao concelho e o percurso profissional, nomeadamente a passagem pela Câmara Municipal de Gondomar, na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e no ministério da Economia.

“Quero devolver aos gondomarenses a paixão pela nossa terra e o seu sentido de pertença. Quero que se sintam orgulhosos por serem deste Município”, começou por dizer Rafael Amorim. “Queremos preparar um programa de ação realista e direcionado efetivamente para as pessoas. O nosso desiderato tem de ser encontrar novas soluções para satisfazer as necessidades dos gondomarenses em diversas áreas”, disse o candidato do movimento “Gondomar no Coração”.

De acordo com Rafael Amorim, a candidatura da coligação PSD/CDS-PP terá vários objetivos: “fixar a população, dotar o território de infraestruturas atrativas, gerir as contas públicas de forma transparente, rever os regulamentos de apoio ao associativismo, facilitar o empreendedorismo e a industrialização, definir um rumo cultural, devolver o coração à marca de Gondomar e criar a Casa da Memória Gondomarense”.

Entre as medidas anunciadas pelo candidato, consta ainda a criação de uma Comissão de Honra, “que será presidida por uma figura de relevo nacional e internacional com raízes em Gondomar.

“Estas eleições em Gondomar são como uma máquina do tempo, em que cada um de vós, terá de decidir em que época quer viver. Há candidaturas que estão no passado. Há candidaturas que se focam apenas no momento presente, “apagando os fogos” do dia-a-dia. E há a nossa candidatura: que quer projetar Gondomar no futuro”, concluiu.

Recorde-se que Rafael Amorim tem 40 anos, é advogado e técnico na CCDR-N.

“Gondomar terá uma nova vida que este concelho e as suas gentes merecem ter”
Germana Rocha, deputada da Assembleia da República e mandatária da coligação, inaugurou o período de discursos evocando “um projeto único, diferente e vencedor”. “Gondomar terá uma nova vida que este concelho e as suas gentes merecem ter. Confio e acredito em Rafael Amorim como timoneiro desta candidatura. Com ele todos teremos voz”, assegurou Germana Rocha.

Durante a apresentação da candidatura discursaram ainda os deputados da Assembleia da República, Luís Montenegro (PSD) e Vânia Silva (CDS-PP), e Bragança Fernandes, presidente Comissão Política Distrital do PSD.

Candidatos da coligação “Gondomar no Coração”
Alfredo Machado – Candidato à União de Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova
“Decidi candidatar-me à União de Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova para fazer mais e diferente pela nossa terra, pelas nossas gentes. Quero unir as duas freguesias, mudando mentalidades. Quero ouvir as pessoas e ser, de facto, um presidente para todos.”

Daniel Lima – Candidato à União de Freguesias de Foz do Sousa e Covelo
“Fui presidente da junta de Foz do Sousa durante dez anos. Decidi voltar a candidatar-me, porque, nos últimos anos, quase nada foi feito. Sinto que comigo e com a minha equipa os habitantes de Foz do Sousa e Covelo vão ter muito melhor.”

José António Ferreira – Candidato à Junta de Freguesia de Rio Tinto
“O orgulho de ser riotintense levou-me a abraçar este desafio. Candidato-me a presidente da junta desta grande cidade com o objetivo de a desenvolver e de melhorar as condições de vida dos seus habitantes.”

Antero Silva – Candidato à Junta de Freguesia da Lomba
“A constatação do imobilismo a que este executivo deixou chegar esta freguesia levou-me a querer lutar pela presidência da junta de freguesia da Lomba. É necessário voltar a dar dinâmica a esta bela terra. Deixar de se fazer ´gestão corrente´ e viver da herança do passado e começar a construir algo de novo, que volte a colocar a Lomba no mapa do progresso.”

José António Macedo – Candidato à União de Freguesias de Gondomar (S.Cosme), Valbom e Jovim
“O que me levou a ser candidato deve-se, essencialmente, ao carinho e vontade das pessoas em quererem que eu continue a construir um território mais dinâmico, sustentável, amigo das pessoas, inovador, assente num novo paradigma de intervenção autárquica, que potencie o crescimento económico e social através do turismo, empreendedorismo, da criação de oportunidades de emprego e do reforço da coesão social.”

Miguel Mota – Candidato à União de Freguesias de Melres e Medas
“Olho para Melres e Medas e vejo um potencial enorme de desenvolvimento pelas suas características naturais subaproveitadas. Infelizmente, ainda não temos o desenvolvimento ao nível das infraestruturas, essenciais para o quotidiano de uma sociedade do século XXI, mas é algo que iremos conquistar com trabalho e dedicação. Creio que com as minhas ideias e da minha equipa, faremos da nossa União de Freguesias um local melhor para viver e mais agradável para quem nos visita.”

Rui Faria – Candidato à Junta de Freguesia de Baguim do Monte
“No âmbito das competências da freguesia, irei trabalhar com vista a uma política de proximidade, promovendo ações de sustentabilidade nos mais variados setores. Irei fomentar a renovação de infraestruturas e ambiente de modo a dotá-las de condições para progredir no setor empresarial e na economia social local e, assim, promover uma política de transparência e de verdade com a participação de todos.”

, , , , , , , , , , , ,