Casa de Gramido passa a posto de turismo de Gondomar

Casa Branca de Gramido é aposta turística do Município / Foto: Pedro Santos Ferreira

Casa Branca de Gramido é aposta turística do Município / Foto: Pedro Santos Ferreira

A Casa Branca de Gramido, em Valbom, vai passar a ser uma posto interativo de turismo para receber todos aqueles que queiram visitar Gondomar. Para além da vertente turística, a casa será também um edifício cultural, com exposições permanentes e um ‘welcome center’ para eventos concelhios.

“Já temos um primeiro projeto para a casa e a para as várias valências daquele espaço. Por um lado, achamos que deve estar ligada ao turismo, porque é um edifício emblemático e deve servir de porta de entrada para o município. Mas a ideia é termos exposições permanentes ligadas à filigrana e à ourivesaria. É um espólio que tem sido guardado e tem que estar à disposição dos gondomarenses”, explica o vice presidente da Câmara Municipal de Gondomar, também vereador do pelouro da Cultura. “Há também uma sala polivalente onde esperamos poder realizar sessões de poesia e alguns concertos”, acrescenta o vereador.

A grande mudança, contudo, será a loja interativa que servirá de posto de turismo para Gondomar. Inauguração? Não está ainda prevista, segundo o vice presidente, mas já há planos para grandes eventos culturais na Casa Branca de Gramido. “No âmbito das comemorações do 25 de abril vamos ter lá várias iniciativas e em junho, na data de aniversário da Convenção de Gramido também teremos um conjunto de atividades, já planeadas”.

Ao Vivacidade Luís Filipe Araújo conta que a Câmara está “a preparar um conjunto de iniciativas culturais para o espaço polis.” “É um local muito visitado e entendemos que falta um apoio cultural”, explica em jeito de conclusão.

, , ,