CDU quer regulamento de gestão da habitação pública

Habitação pública - janeiro 2019

A proposta da CDU Gondomar foi aprovada em três Assembleias de Freguesia / Foto: Arquivo Vivacidade

A CDU Gondomar apresentou, no mês passado, uma proposta de recomendação pela suspensão do processo de aumento de rendas. A medida foi aprovada em três Assembleias de Freguesia. 

A Junta de Freguesia de Rio Tinto, a União das Freguesias de Gondomar (São Cosme), Valbom e Jovim e a União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova aprovaram, em dezembro de 2018, uma proposta de recomendação da CDU, onde se reclama a suspensão “do processo de aumento brutal das rendas e se propõe a elaboração de um regulamento municipal de gestão da habitação pública”.

Em comunicado, de acordo com os comunistas, “a esmagadora maioria dos eleitos do PS nestas Assembleias de Freguesia viabilizaram as propostas da CDU, sendo a mesma apoiada pelas restantes forças políticas”.

De acordo com a CDU, no Município de Gondomar, “estes aumentos brutais de rendas não tem o apoio dos eleitos do PS, cuja concelhia é presidida pelo autor dos respetivos aumentos [Marco Martins]”.

Ao Vivacidade, os comunistas deixam a promessa de que os seus eleitos vão continuar a trabalhar, “exigindo a suspensão deste processo, a elaboração de um regulamento municipal com critérios justos e transparentes, propondo um outro modelo de gestão da habitação pública, que passe pela criação de uma dinâmica de envolvimento dos moradores no espaço de habitar”.

, , , , , ,