Compre + Local bem recebido pelo comércio tradicional

Campanha "Compre + local" / Foto: Pedro Santos Ferreira

Campanha “Compre + local” / Foto: Pedro Santos Ferreira

A Câmara Municipal de Gondomar implementou uma campanha de incentivo ao comércio local durante a época natalícia de 2014. Os comerciantes de Gondomar veem com bons olhos a iniciativa.

Desde o dia 1 de dezembro que a campanha “Neste Natal Compre + Local” tem suscitado o interesse dos clientes do comércio local do concelho. A campanha implementada pela autarquia tem como objetivo “revitalizar o comércio do concelho, estimular os hábitos de consumo locais e fidelizar o público” do comércio tradicional durante a época natalícia.

O concurso destina-se aos clientes que façam compras nas lojas aderentes num valor igual ou superior a 40 euros. No pagamento deverá receber um cupão e preencher o formulário com os seus dados pessoais. Os clientes que participem no concurso ficam habilitados a um sorteio que será realizado no final da campanha (6 de janeiro de 2015) onde vão ser distribuídos vários prémios.

As lojas aderentes estão identificadas / Foto: Pedro Santos Ferreira

As lojas aderentes estão identificadas / Foto: Pedro Santos Ferreira

“É uma ideia do pelouro do Empreendedorismo e está a ter um sucesso fantástico. Já tivemos a necessidade de encomendar mais cupões porque estão a ser muito solicitados e já temos mais de 600 lojas do concelho que aderiram à campanha”, afirma Marco Martins, edil de Gondomar.

A adesão à campanha é gratuita para estabelecimentos de comércio a retalho do concelho.

Campanha agrada aos comerciantes locais

O programa foi bem acolhido pelos comerciantes. Ao Vivacidade, Ana Maria França, da loja Emídio Ferreira de Castro, Lda., considera a iniciativa “uma boa ideia” com um conceito “interessante”. “As pessoas vão perguntando como é que funciona e já preenchi vários cupões”, refere.

Já Mário Silva, proprietário da sapataria Mooce, destaca um “impacto interessante” da iniciativa e diz esperar “uma maior adesão dos clientes nos últimos 15 dias antes do Natal”.

, , , , , , , , ,