Covet Group vai criar cidade do design em Gondomar

Covet Group - janeiro 2018

O projeto do Covet Group prevê a criação de uma cidade-design no seminário Padre Dehon / Foto: Pedro Santos Ferreira

No dia 5 de janeiro, o Covet Group, empresa criativa que agrega várias marcas de design, apresentou o projeto-cidade com 80 mil metros quadrados e com um investimento previsto de 50 milhões de euros até 2020. A cidade do design vai nascer no Seminário Padre Dehon.  

Está prestes a nascer uma cidade do design em Gondomar. O projeto da Covet Group prevê a criação de um polo industrial de design inovador que arrancou este mês, no Seminário Missionário Padre Dehon, em Fânzeres.

Serão cerca de 80 mil metros quadrados, 2500 pessoas e um investimento de 50 milhões de euros até 2020.

O espaço irá conjugar num único espaço os 43 negócios do grupo e promete dinamizar a economia gerando novos empregos na região, numa cidade projetada para receber cerca de 2500 pessoas.

O Covet Group é uma empresa criativa que agrega marcas como, por exemplo, a Boca do Lobo, marca fundadora do grupo. Atualmente, o Covet Group está presente nas áreas do design, criação, comunicação, produção manual de marcas de imobiliário e iluminação. Brabbu, Circu, Delightfull ou Luxxu são algumas das marcas do grupo.

Desta forma, foi lançada no início do mês a primeira pedra do projeto pelo administrador do grupo, Amândio Pereira. No local, vão construir-se vários edifícios de escritórios, uma área residencial, uma biblioteca e um supermercado.

“Este futuro espaço destina-se a colaboradores e comunidade e terá grande importância na inovação e defesa das artes e dos artesãos. Embora não seja um projeto de vaidade, temos muito orgulho nele”, disse Amândio Pereira durante a apresentação realizada no auditório do Seminário Padre Dehon.

O principal objetivo da Covet Town, designação oficial do projeto, centra-se na intenção de impulsionar a sinergia entre as diferentes áreas criativas e de comunicação com os artesãos que dão forma ao produto, conjugando a ação dos criadores (thinkers) com os produtores (makers). Assim, as novas instalações irão agregar a prototipagem, diferentes unidades de produção e a logística das peças.

No espaço estão também disponíveis salas de trabalho, cozinha, auditório, uma zona de lazer, campo de futebol exterior e um pavilhão interior. Está também prevista a criação de uma área residencial para acolher colaboradores estrangeiros ou mesmo de zonas mais distantes do país.

O lançamento do projeto do Covet Group contou também com a presença de Marco Martins, presidente do Município de Gondomar. “Quando concluído, este projeto estará ao serviço não só do concelho, mas de toda a região e do País”, afirmou o autarca.

Refira-se que o Covet Group (anteriormente designado Menina Design) faturou 21 milhões de euros em 2016 e estima ter atingido os 27 milhões de euros em 2017. Atualmente o grupo emprega cerca de 500 pessoas e contribui para 500 postos de trabalho indiretos. Até ao final de 2018 serão investidos 25 milhões de euros na Covet Town, cidade do design.

Covet House Douro foi inaugurada em julho de 2016
Em julho de 2016, o grupo inaugurou a Covet House Douro, uma mansão situada na marginal Gondomar, perto da Estalagem de Santiago. O espaço tem vista privilegiada para o rio Douro e está decorado com as peças das várias marcas do grupo.

“Procuramos sempre renovar a casa. Este espaço acaba por ser uma experiência para quem nos visita”, afirma Catarina Silva, relações públicas da empresa.

A Covet House Douro pode ser visitada mediante marcação prévia e está aberta apenas a clientes e parceiros do grupo.

Mudança faz-se por etapas
A mudança dos negócios para o seminário Padre Dehon será feita por etapas prevendo-se que no final de 2018, todos os negócios referentes à gestão e comunicação das marcas do grupo tenham feito a passagem para o novo espaço. Em último lugar será feita a passagem das valências de produção e logística.

, , , ,