Cristina Nogueira apresentou livro “Vidas de Clandestinidade” em São Pedro da Cova

Livro Cristina Nogueira - dezembro 2016

Daniel Vieira e Cristina Nogueira apresentaram o livro / Foto: Pedro Santos Ferreira

O livro “Vidas na Clandestinidade”, de Cristina Nogueira, militante do Partido Comunista Português (PCP), foi apresentado no dia 8 de dezembro, no Centro de Trabalho do PCP, em São Pedro da Cova.

Cristina Nogueira apresentou o livro “Vidas na Clandestinidade” no Centro de Trabalho do PCP, em São Pedro da Cova. A obra, que tem por base parte da investigação desenvolvida na tese de doutoramento da autora, retrata as vidas clandestinas dos militantes do partido comunista durante a ditadura do Estado Novo.

“Uma das coisas que mais me entusiasmou foi perceber como é que as pessoas se conseguiam manter clandestinas durante tanto tempo. Estar na clandestinidade era uma grande exigência que obrigava estas pessoas a adaptarem-se constantemente a novas vidas e às exigências do partido”, afirmou Cristina Nogueira.

Durante a apresentação a comunista destacou ainda a importância das casas clandestinas do partido, a comunicação codificada e a separação dos militantes dos seus filhos, cujo relato “era sempre mais difícil”.

A iniciativa foi moderada por Daniel Vieira, presidente da União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova, que salientou o trabalho desenvolvido pelo PCP em Portugal, “durante 40 anos de fascismo”.

, , , ,