Joana Amaral Dias, Fernando Gomes e Rui Rio em Gondomar para conversar sobre o 25 de Abril

Joana Amaral Dias, Fernando Gomes e Rui Rio no 25 de Abril de Gondomar

Joana Amaral Dias, Fernando Gomes e Rui Rio no 25 de Abril de Gondomar

 Pelo segundo ano consecutivo, o município de Gondomar vai assinalar a Revolução dos Cravos com “convidados de peso”. Joana Amaral Dias, Fernando Gomes e Rui Rio são os escolhidos para as ‘Conversas de Abril’ deste ano. Para além das conferências, a Câmara preparou também uma exposição, concerto e apresentação do livro. 

 

O que temos previsto é o esquema das conferências do ano passado, um concerto alusivo ao 25 de Abril, com um programa adequado às comemorações e a apresentação do livro “Os Rapazes dos Tanques”, de Alfredo da Cunha e Adelino Gomes, que vai ser feita em Gondomar, com uma exposição de fotografias do livro”, explica o vice-presidente e vereador da cultura da autarquia, Luís Filipe Araújo.

Quanto às conferências, marcam presença Joana Amaral Dias, ex-deputada do Bloco de Esquerda, Fernando Gomes e Rui Rio, ex-presidentes da Câmara Municipal do Porto. O primeiro debate com a ex-bloquista será a 6 de abril, pelas 21h30, na Casa Branca de Gramido, em Valbom. Já o de Rui Rio está marcado para o dia 13 de abril, à mesma hora, no auditório do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa. Também pelas 21h30, com data ainda a confirmar – mas que deverá ser para 20 ou 21 de abril – está prevista a conferência com Fernando Gomes na Biblioteca Municipal de Gondomar.O tema é fazer o balanço de 41 anos de democracia, terá alguma abrangência porque o convidado poderá falar do que achar mais relevante”, garante o vice-presidente da Câmara.

No dia 25 de abril, pelas 11h30, os Paços do Concelho recebem novamente a sessão solene comemorativa da data e minutos antes serão entregues os prémios de poesia e dos ‘Cartazes de Abril’.

Adelino Gomes e Alfredo da Cunha apresentam no dia 18 do mesmo mês, na Biblioteca de Gondomar, um livro e respetiva exposição de fotografia. No mesmo dia, a Casa Branco de Gramido acolhe, pelas 21h30, as ‘Canções de Abril’, um concerto dos Vox Populi e OSNOFA.

Para o município, segundo Luís Filipe Araújo, esta data “tem uma importância simbólica que deve ser assinalada. “Tem grande importância para o poder local, porque conferiu legitimidade e uma identidade própria que não ocorria até 25 de abril de 1974”, acrescenta ainda o vice-presidente e vereador da cultura.

, , , , ,