Delegação de Gondomar da Cruz Vermelha oficialmente inaugurada na EB1 de Torregim

A Delegação de gondomar estava instalada na Junta de Baguim

A Delegação de gondomar estava instalada na Junta de Baguim

As novas instalações da Delegação de Gondomar da Cruz Vermelha, em Baguim do Monte, já estão em funcionamento. O espaço, situado na EB 1 de Torregim, foi oficialmente inaugurado a 11 de junho.

O edifício do antigo pavilhão da EB1 de Torregim deu lugar à Delegação de Gondomar da Cruz Vermelha e as portas das novas instalações foram abertas ao público. A inauguração oficial da Delegação iniciou-se no dia 11 de junho. A cerimónia contou com a presença de várias personalidades ligadas ao projeto, como o presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Marco Martins, o presidente da Junta de Baguim, Nuno Coelho, o administrador da Lipor, Fernando Leite, e o embaixador oficial da delegação, Fernando Rocha. Guido, representante da Cruz Vermelha Nacional, e o intendente Alberto Martins, representante da divisão de Gondomar da PSP, também marcaram presença na inauguração e acompanharam de perto a cedência do espaço à Delegação de Gondomar da Cruz Vermelha. Em discurso, Nuno Coelho relembrou a necessidade de apostar em projetos como a Cruz Vermelha e considerou o ato inaugural uma “prova de que uma autarquia aposta nas instalações para dinamizar o espaço público devoluto” e acrescentou que sente “grande satisfação em ter uma delegação com as funções humanitárias a que se propõe”. Fernando Leite, administrador-delegado da LIPOR, uma das instituições que fundadoras da Delegação, garantiu que a LIPOR está sempre atenta ao que a comunidade precisa e congratulou a Junta de Freguesia de Baguim por conseguir erguer na cidade uma instituição de cariz humanitário. O humorista Fernando Rocha também destacou a importância do prémio ganho por um grupo organizado pela Junta de Baguim, no programa “O Preço Certo”, da RTP. O embaixador da delegação e comediante felicitou ainda o trabalho desempenhado pelos voluntários da Cruz Vermelha.

Já Marco Martins agradeceu o apoio prestado para a inauguração e afirmou que a Cruz Vermelha pode contribuir para resolver os “grandes problemas” do concelho de Gondomar. “Ainda há muitas lacunas de índole social”, lamentou o autarca. Por sua vez, o representante da Cruz Vermelha Nacional, afirmou ser “um grande milagre congregar tantas forças em tão pouco tempo”. Ao intendente Alberto Martins coube felicitar o início do funcionamento da Cruz Vermelha “em prol e benefício de todos”.

A cerimónia terminou com um gesto de agradecimento a Nuno Coelho por parte de Genoveva Souza, diretora técnica da instituição. Seguiu-se a apresentação do livro “A Herança de Deus”, de José Ribeiro Sá, e um arraial solidário a favor da Cruz Vermelha.

, , , ,