Documentário sobre Tapada do Outeiro estreia a 13 de abril

Tapada do Outeiro - março 2018

A central da Tapada do Outeiro é revista no documentário / Foto: Direitos Reservados

O filme “Tapada do Outeiro – um património, uma memória” tem estreia marcada para o dia 13 de abril, pelas 21h30, na Casa de Cultura de Broalhos.

A Central Termoelétrica da Tapada do Outeiro foi alvo de uma produção documental do realizador Sérgio Torres. As instalações da Central Termoelétrica marcam a paisagem fluvial das Medas, mas estão desativadas desde 2004, tendo laborado de 1959 até esse ano. O empreendimento teve grande relevância para o país, papel que será agora retratado no documentário “Tapada do Outeiro – um património, uma memória”.

O filme terá a sua primeira exibição na Casa de Cultura de Broalhos e promete, de acordo com o realizador, “dar a conhecer algumas das histórias das pessoas que construíram esta central, que nela trabalharam e que impacto esta teve nas suas vidas”.

“A minha principal motivação para a realização deste documentário foi, acima de tudo, a preservação dos testemunhos que tive a oportunidade de recolher. Estas entrevistas foram feitas a antigos colaboradores, pessoas que assistiram a todo o ciclo de vida da central e, inclusivamente, ao arquiteto José Carlos Loureiro, recentemente premiado pela Câmara Municipal de Gondomar pela sua distinta carreira”, afirma Sérgio Torres.

O documentário conta com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar, da União das Freguesias de Melres e Medas, do Clube de Pessoal CTO e da SC Dez de Junho.

, , , , ,