Documento do Mosteiro de S. Cristóvão foi apresentado em Rio Tinto

Notícia de Fiadores - março 2017

Ana Maria Martins apresentou a descoberta na escola Secundária de Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

Uma notícia de fiadores de 1175, redigida no Mosteiro de São Cristóvão, em Rio Tinto, foi apresentado por Ana Maria Martins, linguista da Faculdade de Letras da Universidade Lisboa, no dia 21 de fevereiro, na Escola Secundária de Rio Tinto. 

A linguista e professora catedrática, Ana Maria Martins, trouxe a Rio Tinto o documento mais antigo escrito em português. A “Notícia de Fiadores” foi apresentada na Escola Secundária de Rio Tinto, no Dia Internacional da Língua Materna.

“Mais do que linguístico, o interesse da Notícia dos Fiadores é histórico, por demonstrar que no século XII já se escrevia em português e que o português era usado num tipo particular de textos”, afirmou Ana Maria Martins.

A sessão contou ainda com as presenças de João Veloso, coordenador científico do Centro Linguístico da Universidade do Porto, Maria Clara Barros, professora auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Joaquim Barbosa, investigador do Centro Linguístico do Porto, Nuno Fonseca, presidente da Junta de Freguesia de Rio Tinto, e Luís Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Gondomar.

A iniciativa foi organizada pelo Centro de Linguística da Universidade do Porto e Fundação para a Ciência e Tecnologia do Ministério da Educação e Ciência, que contaram com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar, Junta de Freguesia de Rio Tinto e da Universidade do Porto.

, , , ,