Dramático de Rio Tinto festejou 82.º aniversário

Dramático - fevereiro 2018

Jorge Magalhães, presidente do Dramático de Rio Tinto, a discursar no aniversário / Foto: Pedro Santos Ferreira

Aos 82 anos, o Grupo Dramático Beneficente de Rio Tinto está pleno de vitalidade. A coletividade assinalou a efeméride com uma série de iniciativas.

No dia 5 de fevereiro, a sede social do Grupo Dramático Beneficente de Rio Tinto (GDBRT) teve casa cheia para assinalar o 82.º aniversário da coletividade. A sessão solene ficou marcada por uma sessão de fogo-de-artifício, entrega de troféus dos torneios de bilhar e sueca e entrega de condecorações a associados com 25 e 50 anos de filiação.

Jorge Magalhães, presidente da direção do GDBRT, abriu as hostilidades e destacou “o programa das festividades mais alargado, que procurou envolver mais os associados nas comemorações”.

Seguiram-se os discursos dos convidados. Manuel Pinto, presidente da Federação das Coletividades do Concelho de Gondomar, destacou a “união entre direção e associados, bem como a vivacidade que se regista”. Nuno Fonseca, presidente da Junta de Rio Tinto, assinalou a presença “de um grande número de associados”. “Já muito dissemos sobre a importância do Dramático de Rio Tinto. O que vocês fazem, mais ninguém faz. Se vocês não existissem, a nível cultural, a cidade de Rio Tinto seria muito mais pobre”, disse o autarca.

Já Luís Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Gondomar, considerou o Dramático “parte do ADN de Rio Tinto”. “Também sou riotintense e recordo-me desta coletividade desde os meus tempos de infância. É, por isso, motivo de orgulho encontrar esta sala cheia”, referiu.

Refira-se que as comemorações do GDBRT tiveram início a 13 de janeiro e prolongaram-se até ao dia da sessão solene.

, , , ,