EI! foca-se no Oriente

O Encontro foi apresentado na Casa Branca de Gramido / Foto: Direitos Reservados

O Encontro foi apresentado na Casa Branca de Gramido / Foto: Direitos Reservados

O Encontro Internacional de Marionetas, que decorre entre os dias 26 e 29 de maio, em Gondomar, apresenta como tema o Oriente. Conta ainda com dezenas de espetáculos, exposições e performances distribuídas por vários espaços.

Resultante de uma parceria formada entre a autarquia de Gondomar e a companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora, promete uma programação “contemporânea, inovadora e alternativa”.

Em conversa com Filipa Mesquita, da Marionetas de Mandrágora, esta afirmou que, para o festival, estima-se a existência de mais de 100 candidaturas. Salientou ainda que, antecipando os espetáculos que vão decorrer ao longo dos quatro dias estipulados, na Biblioteca Municipal, no Auditório, no Centro Cultural de Rio Tinto, Casa Branca de Gramido e o Espaço Arte no Parque, no Parque Nascente, também se podem esperar cinco exposições que apresentam como data de abertura o dia 17 e que terminam a 24 de maio.

Para além das companhias nacionais, o “EI!!!” vai receber companhias provenientes do Japão, da Alemanha, de Macau e de Espanha, representadas pelo “mestre” espanhol do teatro de fios, Jordi Betran, que a 26 de maio vai apresentar um espetáculo baseado em tradição e modernidade, intitulado de “Antologia”, também pela japonesa Benito, que apresenta “ClaraLua”, no dia 27 e por fim, pela portuguesa Elisa Vilaça, residente em Macau, com a conversa “As Marionetas do Mundo – O Oriente”, no dia 28.

Segundo Carla Ribeiro, existe uma “forte” relação do “EI!” com os serviços educativos e com as escolas, lembrando a parceria com o Agrupamento de Escola À Beira D’Ouro, que no dia 28 vai apresentar “Xerazade e as mil histórias”.

, ,