Escola North Shore põe gondomarenses a surfar

Foto: Pedro Santos Ferreira

Foto: Pedro Santos Ferreira

Em maio, André Araújo, Nicole Ferreira e Luís Soares, professores de surf, fundaram a North Shore Surf School, uma escola de surf e bodyboard móvel apta a transportar alunos de Gondomar até às praias. “Trazer o mar até Gondomar” é o principal objetivo da academia.

 A parte norte da ilha do Havai dá nome à mais recente escola de surf de Gondomar, a North Shore Surf School. O projeto iniciado em maio por professores com mais de 10 anos de experiência na modalidade quer apostar nas regiões mais afastadas do mar e aposta na possibilidade de transporte coletivo dos alunos para marcar a diferença. “Temos duas carrinhas, uma que transporta alunos e outra que transporta material. Em Gondomar, como o concelho é grande, marcamos dois ou três locais de fácil acesso aos alunos e, excecionalmente, fazemos recolha e entrega em casa deles”, explica André Araújo, um dos fundadores do projeto.

A ideia surgiu com a mudança do professor de surf para Gondomar. “Os meus vizinhos começaram a falar-me de jovens interessados em aulas de surf e a ideia acabou por surgir. Já tinha tido uma escola em Espinho e tenho uma grande ligação ao mar que quero trazer para o concelho”, afirma o instrutor da North Shore.

No entanto, a escola também está disponível para ensinar os fãs do bodyboard e tem a ambição de “realizar aulas de surf adaptado para jovens e adultos com dificuldades físicas”.

Para atrair novos alunos – a maior parte vem de Gondomar – a escola iniciou um processo de parcerias com várias instituições do concelho e continua aberta a novas parcerias.

“Apostamos sempre no incentivo a aulas de grupo para fomentar o espírito de entreajuda inerente à prática da modalidade. Além disso, fornecemos todo o material necessário às aulas e temos um seguro opcional de acidentes pessoais”, refere o professor ao Vivacidade.

Até ao final de junho, a North Shore Surf School tem disponível uma promoção de oferta de uma aula e convida os interessados a “oferecer o convite aos pais para conhecerem a modalidade”.

Segundo André Araújo, Gondomar é “cada vez mais procurado” pelas escolas de surf apesar da distância ao mar. “Gondomar sem mar tem cada vez mais uma ligação ao surf”, brinca o fundador da academia.

Assim, a praia de Espinho é o destino preferencial para treinar mas a escolha das praias “varia consoante o estado do mar e a sazonalidade”.

“Queremos implementar um espírito de surf constante”

Sobre a ascensão mediática e o crescimento do número de praticantes da modalidade, André Araújo admite que o interesse “é positivo” mas considera prejudicial a “forma desorganizada e por vezes ilegal” da fundação das escolas de surf. Para o fundador da North Shore “a segurança dos alunos” é o principal requisito.

Ao Vivacidade, o surfista realça ainda que gostaria de “ajudar a trazer as boas referências de Peniche e da Ericeira para as praias do Norte de Portugal” e deixa um desafio aos fãs da modalidade: “experimentem o surf e o bodyboard porque o nosso aluno mais novo tem três anos e o mais velho tem 72 anos”.

, , ,