Exposição de Anne Frank levou 2000 visitantes ao Museu Mineiro

Exposição Anne Frank - 2016

A exposição encerrou no dia 9 de janeiro / Foto: Pedro Santos Ferreira

A exposição “Anne Frank: Uma História para Hoje” encerrou no dia 9 de janeiro. A mostra esteve patente no Museu Mineiro de São Pedro da Cova e foi vista por cerca de 2000 visitantes.

A história de Anne Frank esteve patente no Museu Mineiro de São Pedro da Cova até ao dia 9 de janeiro. A cerimónia de encerramento da exposição elaborada pela Anne Frank House, de Amesterdão, contou com a presença de centenas de crianças e pais que viram pela última vez os 34 painéis educativos que relatam a história da conhecida menina judia que com 13 anos viveu a II Guerra Mundial e a perseguição racista. No total, a exposição “Anne Frank: Uma História para Hoje” trouxe ao Museu Mineiro mais de 200 fotografias de arquivo da família Frank, excertos do famoso diário, duas maquetas da casa onde a família de Anne Frank esteve escondida e um documentário.

A mostra foi vista por cerca de 2000 pessoas e contou com a adesão da comunidade escolar de Fânzeres e São Pedro da Cova.

Durante o período da exposição o Museu Mineiro formou jovens guias oficiais Anne Frank. Todos os guias foram distinguidos publicamente no encerramento da exposição.

“Fazemos um balanço muito positivo desta exposição”

Ao Vivacidade, Daniel Vieira, presidente da União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova, faz um balanço “muito positivo” da exposição. “Com esta mostra atingimos parte da comunidade escolar e reunimos cerca de dois mil visitantes. Além disso, queríamos procurar envolver as escolas e os alunos na própria dinâmica da exposição e isso também foi conseguido”, refere o Daniel Vieira.

Segundo o presidente, o sucesso da exposição teve impacto no comércio local e obrigou as papelarias locais a pedirem um reforço dos livros de Anne Frank “muito pedidos pelas crianças neste Natal”.

, , , ,