Festival Gasómetro foi o “melhor de sempre”

Festival Gasómetro - julho 2017

A sessão solene antecedeu o concerto inaugural do Gasómetro 2017 / Foto: Tiago Santos Nogueira

O 18.º Festival Gasómetro da Associação Social Estrelas de Silveirinhos teve a “melhor edição de sempre”, segundo a organização do evento. Este ano, a dupla Lucas e Matheus foi cabeça de cartaz.

“Um balanço extremamente positivo e a melhor edição de sempre”. É desta forma que João Martins, presidente da direção da Associação Social Estrelas de Silveirinhos, caracteriza o 18.º Festival Gasómetro, que teve lugar nos dias 7, 8 e 9 de julho.

O evento arrancou com a tradicional sessão solene – realizada no dia do 28.º aniversário da elevação de São Pedro da Cova a vila – que contou com as presenças de João Martins, Daniel Vieira, presidente da União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova, e Marco Martins, presidente da Câmara Municipal de Gondomar. Os responsáveis autárquicos realçaram a importância e o impacto do Gasómetro na comunidade, sem esquecer o trabalho desenvolvido pela Associação Estrelas de Silveirinhos no dia-a-dia.

“Este é um evento de referencia que nos faz orgulhar do movimento associativo”, afirmou Marco Martins. Por sua vez, Daniel Vieira salientou o concerto inaugural “de características inéditas, exclusivamente preparado para o Gasómetro”.

Assim, após os discursos, subiram ao palco o grupo JWH e a Banda do Exército do Porto, que tocaram temas de Bob Dylan em homenagem ao 50.º aniversário do disco John Wesley Harding.

No segundo dia do Gasómetro, a entrada livre no concerto da dupla Lucas & Matheus foi a grande novidade e proporcionou casa cheia à organização do evento.

A encerrar três dias de festa, realizou-se o Encontro de Dança e a Noite de Fados ao jantar.

No próximo ano, o Festival promete regressar ao largo da feira de São Pedro da Cova com um cartaz renovado.

“Foi o melhor de sempre”
Ao Vivacidade, João Martins confirma o sucesso desta edição e aponta o concerto de abertura como um dos momentos-chave. “Foi um concerto único e que dificilmente se voltará a repetir. O que nos demarca dos outros festivais é termos o privilégio de, ao longo dos anos, assistir a espetáculos preparados especificamente para o Gasómetro”, afirma o dirigente associativo.

Contudo, o presidente da Associação Estrelas de Silveirinhos não esquece o concerto de Lucas & Matheus, que contou com “milhares de pessoas”.
“Na nossa perspetiva, o valor que normalmente pedimos para os vários concertos não pode ser considerado uma cobrança, mas sim uma pequena contribuição para o Festival. É pena que as pessoas não percebam isso”, conclui João Martins.

, , , ,