Festival Internacional de Música de Plectro realiza-se a 29 de setembro

OPGB - setembro 2018

A música de plectro vai estar em evidência nas Festas do Concelho / Foto: Direitos Reservados

A Associação Cultural de Plectro preparou um cartaz “de referência” para o 5.º Festival Internacional de Música de Plectro. A iniciativa surge integrada na programação oficial das Festas do Concelho e acontece no dia 29 de setembro.  

A música de plectro vai voltar a estar em destaque, durante um dia, no concelho de Gondomar. No total, o cartaz desta edição contempla quatro concertos com diferentes protagonistas e em diferentes locais.

O primeiro concerto ficará a cargo de Amadeu Magalhães, que vai ter como elementos essenciais o cavaquinho e a percussão. O arranque do Festival Internacional de Música de Plectro está previsto para as 15h e, pela primeira vez, vai passar pelo terraço da Biblioteca Municipal de Gondomar.

Seguem-se os concertos da Orquestra de Plectro y Guitarra “Cuerda para un Rato” – Segóvia (Espanha), às 16h30, na Biblioteca Municipal de Gondomar; Pedro Caldeira Cabral, pelas 18h, no Auditório Municipal de Gondomar; e Quatour à Plectres de France (França), às 22h, na Casa Branca de Gramido.

Ao Vivacidade, António Vieira, presidente da Associação Cultural de Plectro, que organiza este festival, mostra-se satisfeito com o cartaz desta edição e pela inclusão da iniciativa na Romaria do Rosário.

“Esta é uma das nossas valências e ano após ano tentamos trazer a Gondomar os melhores executantes de guitarra dedilhada a Portugal. Além disso, a nossa presença no programa oficial das Festas do Concelho foi uma forma de garantirmos o apoio municipal e a adesão dos milhares de pessoas que visitam Gondomar, por esta altura. Temos tido sempre casa cheia”, afirma o dirigente.

Refira-se que todos os concertos têm entrada livre. O Festival Internacional de Música de Plectro conta com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar.

“Queremos transformar Gondomar na Capital Nacional de Plectro”
Em 2015, a Associação Cultural de Plectro (ACP) saiu da Maia e fixou-se no Centro Cultural de Rio Tinto – Amália Rodrigues, onde desenvolve toda a sua atividade desde então.

A Orquestra Portuguesa de Guitarras e Bandolins (OPGB) é a face mais visível da ACP e tem, durante o primeiro semestre do ano, uma temporada regular que percorre vários locais do concelho.

“A nossa temporada regular de concertos e o Festival Internacional de Música de Plectro são duas mostras da nossa intervenção na comunidade. No entanto, gostaríamos de fazer ainda mais por este concelho. Queremos transformar Gondomar na Capital Nacional de Plectro”, assume António Vieira, em entrevista ao nosso jornal.

A OPGB tem, atualmente, 19 músicos profissionais.

No próximo ano, a orquestra deverá realizar a sua primeira tour europeia, através de um concurso de internacionalização que mereceu a aprovação da Direção-Geral das Artes.

, , , ,