Fórum Gondomar Social debateu “Desafios e futuro do acolhimento”

Fórum Gondomar Social - setembro 2018

O 2.º Fórum Gondomar Social teve lugar no Pavilhão Multiusos de Gondomar / Foto: José Luís Almeida

Nos dias 20 e 21 de setembro, realizou-se o 2.º Fórum Gondomar Social, na Sala D’Ouro do Multiusos de Gondomar. O evento centrou-se, este ano, no tema “Desafios e futuro do acolhimento”.

Pelo segundo ano consecutivo, a Gondomar Social – Associação de Intervenção Comunitária organizou o 2.º Fórum Gondomar Social. A iniciativa teve lugar no Pavilhão Multiusos de Gondomar e contou com 130 inscritos.

“O objetivo deste evento é partilharmos o que fazemos na nossa intervenção diária junto dos jovens e conseguirmos, em conjunto, encontrar soluções para as dificuldades que encontramos nessa intervenção”, começa por explicar Helena Loureiro, presidente da direção da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).

Os dois dias ficaram marcados pela presença de vários convidados, com destaque para as presenças de Maria Herczog, Sílvia Ferreira, Rui Lopes, Paulo Delgado, Rui Godinho, Cristina Queirós e o convidado de honra, Patrick Tomlinson.

“Nesta 2ª edição do Fórum focamo-nos na importância do clima terapêutico e, pela primeira vez, decidimos avaliar o nosso trabalho com os jovens que já saíram e que ainda estão na Casa de Acolhimento Residencial Especializado (CARE). Além disso, também queremos falar na prevenção e perceber o custo deste tipo de casos”, explica ao Vivacidade.

Questionada sobre o futuro desta iniciativa, Helena Loureiro não duvida da sua continuidade e pertinência. A dirigente sublinha a “adesão de técnicos de todo o país, desde a Segurança Social, às CPCJ, a profissionais do ensinou ou da saúde”. “O ideal era um período de reflexão de uma semana, mas nós temos que desenvolver a nossa atividade diária e isso impede-nos de conseguirmos estar muitos dias fora das nossas organizações”, conclui.

O 2.º Fórum Gondomar Social terminou com um jantar de aniversário da CARE Coração d’Ouro.

, , , , ,