Futuro do Douro debatido em Gramido

Carlos Brás, vereador da Câmara de Gondomar / Foto: Direitos Reservados

Carlos Brás, vereador da Câmara de Gondomar / Foto: Direitos Reservados

No dia 28 de abril, na Casa Branca de Gramido, em Valbom, realizou-se um workshop, da responsabilidade da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), dedicado ao projeto “Douro’s Inland Waterway 2020”.

Tratando-se de um projeto orçado em 74 milhões de euros e com a duração de cinco anos, “visa transformar o Douro num curso de água seguro, com boas rotas de comércio e que contribua para os propósitos europeus de transportes para 2020”, refere o comunicado da Câmara Municipal de Gondomar.

Nesta iniciativa participaram dezenas de pessoas, entre autarcas, técnicos, operadores turísticos e empresários do Douro, aos quais tentou dar-se respostas a diversas questões, como “Quais os principais obstáculos para que haja uma mudança modal em favor do transporte fluvial do Douro?”, “Carga versus Turismo: o que é mais vantajoso para a região?” e “Que atividades/serviços poderão beneficiar deste projeto?”.

O encontro foi encerrado por Carlos Brás, vereador do Desenvolvimento Económico do Município de Gondomar.

, , ,