Gonçalo Coutinho lidera Rotax Max Challenge Portugal

Gonçalo Coutinho - setembro 2018

O jovem piloto gondomarense deverá representar Portugal na Final Mundial, no Brasil / Foto: Direitos Reservados

Gonçalo Coutinho, 17 anos, natural de Gondomar, garantiu o lugar mais alto do pódio na quarta e penúltima prova do Rotax Max Challenge Portugal da categoria sénior, realizada no Kartódromo Internacional de Braga. No horizonte do jovem piloto está a final mundial, no Brasil.  

O gondomarense Gonçalo Coutinho deu mais um passo para a final mundial do Rotax Max Challenge, que irá realizar-se entre os dias 26 de novembro e 1 de dezembro, no Brasil.

A mais recente vitória no Kartódromo Internacional de Braga, a contar para o Rotax Max Challenge Portugal, competição com chancela da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), garantiu ao piloto da categoria sénior o lugar mais alto do pódio antes da última prova e após ter vencido nos circuitos de Palmela (Viana do Castelo) e ter sido 2.º classificado em Baltar.

“Neste momento tudo indica que irei representar novamente Portugal na Final Mundial. Já aconteceu no ano passado e o objetivo é entrar na prova para vencer”, admite Gonçalo Coutinho ao nosso jornal.

O piloto gondomarense mostra-se orgulhoso com a sua prestação na presente época e admite que a principal mudança está relacionada com “uma mudança de mentalidade, que passou a ser mais vencedora”.

Gonçalo admite que já não se imagina a viver sem o karting, mas espera que a paixão pelo automobilismo o permita dar o salto para os carros de competição.

“Tudo isto começou porque o meu padrinho competia em carros clássicos. Eu andava muitas vezes com ele e a velocidade começou a agradar-me. Além disso, foi também uma forma de reforçar a minha capacidade de concentração, porque eu era um rapaz muito distraído”, reconhece o atleta.

A primeira prova não deixou grandes memórias ao jovem gondomarense, que até teve um acidente, mas também não o inibiu de persistir na caminhada pelo sonho de competir.

Em retrospetiva de carreira, o atleta não esquece o importante apoio dos pais, que “têm estado sempre presentes”, reforça Gonçalo Coutinho.

Ao Vivacidade, o piloto admite que gostaria de ser reconhecido na próxima Gala do Desporto do Município de Gondomar. A acontecer, Gonçalo refere que iria encarar a distinção como “uma motivação extra”.

Gonçalo Coutinho sagrou-se vencedor do Troféu Ibérico Rotax, na categoria sénior, este ano, campeão do Troféu Rotax na categoria sénior, em 2017 e campeão do Troféu Rotax na categoria mini-max, em 2014.

, ,