Gondomar Cultural apresentou equipa de ciclismo sub-23

Gondomar Cultural - abril 2019

A equipa de ciclismo do Gondomar Cultural apresentou-se na Casa da Juventude de Rio Tinto / Foto: Ricardo Júnior

A Associação Gondomar Cultural apresentou, no dia 4 de abril, uma nova equipa de ciclismo sub-23. Esta é a terceira vez que a coletividade gondomarense tenta afirmar-se nesta modalidade.

Nasceu a equipa de ciclismo JV Perfis/Gondomar Cultural. A formação sub-23 foi apresentada no início deste mês, na Casa da Juventude de Rio Tinto, junto ao edifício-sede da Associação Gondomar Cultural.

Perante um espaço lotado, Manuel Pinto, presidente da Assembleia-Geral desta coletividade, deu início aos discursos saudando a aposta no ciclismo. “Saúdo-vos por esta ideia e tenho a certeza que a coordenação do professor José Santos vai levar-nos a bom porto. Não tenho dúvidas sobre isso”, afirmou.

Também Jorge Vilarinho, responsável pela empresa JV Perfis, e Delmino Pereira, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), elogiaram o nascimento do novo projeto Gondomar Cultural. “Esta equipa nasce num local onde o ciclismo acontece diariamente. É também uma resposta a uma necessidade, porque precisamos de mais equipas a trabalhar neste escalão sub-23. Este é o escalão mais crítico de todo o processo de formação de novos atletas”, alertou o dirigente da FPC.

A José Santos, presidente da direção do Gondomar Cultural, coube explicar esta aposta no ciclismo, a terceira tentativa desde a fundação da coletividade. “Este foi um projeto construído em tempo recorde. Surgiu após um desafio lançado por Delmino Pereira, que notou uma carência de equipas nesta franja etária. O Gondomar Cultural já teve duas experiências anteriores no ciclismo, mas infelizmente tivemos que interromper a atividade. No entanto, não deixamos de obter resultados. Queremos que desta vez a aposta seja maior e que tenha mais atividade”, referiu o dirigente associativo.

Por sua vez, Sandra Almeida, vereadora do Desporto da Câmara de Gondomar, destacou o trabalho desenvolvido pelo Gondomar Cultural. “Este parece-me ser mais um projeto com futuro e sustentabilidade. O projeto contará com o apoio financeiro do Município. Enquanto responsável pelo Desporto, tudo farei para vos acolher da melhor forma. Acredito que este projeto será vencedor”, atestou a autarca.

Recorde-se que a Associação Gondomar Cultural conta com 250 atletas nas suas fileiras, divididos pelo ciclismo, andebol, voleibol e pólo aquático. A coletividade dinamiza ainda o projeto “Escola a Tempo Inteiro”, com cerca de 400 alunos e 20 professores.

, , , ,