Gondomar recebe 15,5 milhões de euros de financiamento comunitário

Câmara Municipal de Gondomar

Gondomar vai receber financiamento do PEDU / Foto: Direitos Reservados

A Câmara Municipal de Gondomar assinou, a 9 de setembro, o contrato de financiamento do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) no âmbito dos fundos comunitários do Portugal 2020. 

Gondomar foi o último município da Área Metropolitana do Porto (AMP) a assinar o contrato de financiamento do PEDU. Marco Martins, presidente da Câmara de Gondomar, apenas rubricou o contrato no dia 9 de setembro, tendo assegurado uma verba de 15,5 milhões de euros para o Município. O financiamento comunitário destina-se a projetos na área da mobilidade, regeneração urbana e comunidades desfavorecidas.

Em comunicado, a autarquia gondomarense recorda a “forte contestação por parte da Câmara Municipal de Gondomar, assim como de outras vizinhas” à proposta de dotação financeira apresentada pela Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte 2020.

Assim, após cerca de meio ano de negociações, Gondomar vai aceder a mais de 15 milhões de euros. De acordo com a nota enviada à imprensa, “mais de três milhões de euros serão aplicados no âmbito do Plano de Desenvolvimento da Coesão Territorial, quase três milhões de euros em investimentos em infraestruturas educativas e ainda um compromisso do Governo de Portugal e da nova direção da CCDR (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional) em majorar em 20% a dotação conseguida no plano de maio deste ano”.

“O executivo de Gondomar continuará as negociações para o financiamento de projetos fundamentais para o Concelho, nomeadamente o cavalete de São Pedro da Cova, o Parque das Serras do Porto, a Rota da Filigrana e a valorização do Douro, entre outros”, conclui o comunicado do Município de Gondomar.

,