Hugo Gonçalo não resistiu às agressões

Hugo Gonçalo - setembro 2016

Hugo Gonçalo, 14 anos, não resistiu aos ferimentos graves / Foto: Direitos Reservados

Hugo Gonçalo, 14 anos, foi agredido violentamente a 27 de agosto, na rua Padre Domingos Baião, em Baguim do Monte, após uma discussão. O jovem acabou por não resistir aos ferimentos graves.

Familiares, amigos, conhecidos e centenas de pessoas marcaram presença no último adeus a Hugo Gonçalo, conhecido por ‘Gonzo’, jovem de 14 anos assassinado por Mário Sousa, de 16, em Baguim do Monte.

Segundo a Polícia Judiciária (PJ) o alegado agressor terá atingido “violentamente a vítima na cabeça, tendo aquela caído inanimada no solo, sendo de imediato transportada para o hospital”. Hugo Gonçalo esteve a ser assistido nos cuidados intensivos do Hospital São João, no Porto, onde viria a falecer a 29 de agosto.

Na origem da discussão terá estado um caso de ciúmes após ameaças mútuas, proferidas através do Facebook, e motivadas por um conflito relacionado com uma namorada.

Após a notícia da morte de Hugo Gonçalo, dezenas de pessoas concentraram-se no local da agressão numa vigília de homenagem ao jovem de 14 anos.

O homicida está em prisão preventiva, na cadeia anexa à PJ do Porto, indiciado por homicídio qualificado.

, , , ,