Junta de Rio Tinto quer renovar a Quinta das Freiras

Quinta das Freiras - setembro 2016

O espaço passa a ser gerido pela Junta de Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

A Câmara Municipal de Gondomar cedeu, em julho, a gestão da Quinta das Freiras à Junta de Rio Tinto. Nuno Fonseca, presidente da Junta, quer “reverter a degradação do espaço”. 

A Quinta das Freiras, em Rio Tinto, passou a ser gerida pela Junta de Freguesia riotintense. A medida aprovada pelo executivo da Câmara de Gondomar prevê ainda um investimento de 130 mil euros, financiado pelo Município, que engloba um novo pavimento da pista de atletismo, um court de ténis renovado, uma nova rede de iluminação e vedação do espaço.

“A cedência deste espaço à Junta de Freguesia diz respeito a uma promessa eleitoral que é agora cumprida. Este é um espaço vital para a cidade e precisa de uma manutenção atenta aos pormenores, coisa que o Município não consegue fazer, pela sua dimensão”, afirma o autarca.

A cedência em regime de comodato prevê também a passagem de três funcionários da Câmara de Gondomar para a Junta de Rio Tinto, além de um apoio mensal de 1255 euros para despesas de manutenção. Contudo, Nuno Fonseca admite destacar mais funcionários da Junta para garantir “outra qualidade à Quinta das Freiras”.

“Temos que fazer obras com urgência e a partir da próxima primavera começar a pensar em rentabilizar o espaço. Todas as iniciativas que já temos são para manter, mas queremos dar também uma nova dinâmica diária à Quinta”, refere.

Ao Vivacidade, Nuno Fonseca admitiu que, em 2017, espera ter “um espaço tratado e bem cuidado”.

, , , ,