Kids Jam Sessions: Os mais pequenos também podem dar concertos

Há três pacotes à disposição dos interessados / Direitos Reservados

Há três pacotes à disposição dos interessados / Direitos Reservados

A ideia é original, garante o fundador de S. Pedro da Cova. Para se fazer pequenos festivais de música basta dar os instrumentos para as mãos das crianças. A formação musical vem depois.

Nascido e criado em S. Pedro da Cova, Nuno Marques sempre gostou de música e quis dar uma oportunidade aos mais pequenos, sem a obrigatoriedade de aprenderem a tocar. A Kids Jam Sessions nasceu em novembro de 2014, pela mão de Nuno Marques através da sua “ligação à música”. “A música aprende-se praticando. Adoro trabalhar com miúdos, é a coisa que mais gosto porque não têm medo de errar. Esta atividade nasce da ligação à música e por não haver no mercado nenhuma animação deste género. Isto não tem como objetivo a função de formação musical, mas acaba por servir esse efeito”, admite o fundador da Kids Jam Sessions.

“Temos três modelos diferentes. O premium inclui duas guitarras elétricas, um baixo elétrico, uma bateria, um piano elétrico, microfone, sistema profissional de som. O standard tem as mesmas condições menos os graves, a guitarra e o piano. O terceiro pack, o custom, pode ser escolhido à medida do cliente”, indica Nuno Marques. Na prática, emprestam-se os instrumentos às crianças e nasce um concerto musical.

“Eu não ensino nada, eles é que aprendem a tocar.  Essa é a mais valia do projeto, não têm que se saber tocar. Cada sessão tem a duração máxima de duas horas e meia. Para além dos miúdos terem acesso a instrumentos de qualidade, têm acesso a uma experiência única. No início os miúdos fazem barulho mas é isso que mais tarde origina o amor pela música. A criatividade nasce do caos”, explica o professor de música de S. Pedro da Cova.

“Hoje as crianças já vão aos festivais de música com os pais”, acrescenta Nuno. “No mês de abril vamos arrancar para a estrada e já temos contactos dos grandes festivais em Portugal”, revela.

Os instrumentos são adaptados às crianças e o público-alvo é dos 4 e os 12 anos.

,