Luz e Vida Gondomarense homenageia atletas no Parque das Merendas de Gondomar

Luz e Vida

Na foto: Bruno Silva, Fernando Lima, Aurora Vieira, Cláudia Amaral e José Macedo

A Associação Recreativa Luz e Vida Gondomarense homenageou, a 27 de julho, os seus desportistas no Parque das Merendas, em Gondomar. Com uma época no atletismo “francamente positiva”, a associação juntou atletas e simpatizantes em dois dias de celebração dos 67 anos da coletividade.

David Fernandes está no clube desde 1999, como atleta, mas preside a Luz e Vida há relativamente pouco tempo. “O atletismo já existe desde 1992 e este ano conseguimos ultrapassar os 700 pódios a nível regional, nacional e zona norte. Sou presidente há dois anos e fui reeleito há duas semanas e tenciono continuar a trabalhar para atingir os 1000 pódios”, confessa ao Vivacidade na cerimónia de entrega de lembranças aos atletas.
A A. R. Luz e Vida Gondomarense dinamizou para os seus 67 anos, um programa de comemoração de dois dias. A 26 de julho, o campo do F. C. Ramalde, acolheu um jogo amigável de futebol de 11, de sócios contra atletas. No dia seguinte, dirigentes, atletas e respetivas famílias juntaram-se numa festa de convívio no Parque das Merendas, em Gondomar a partir das 10h. À tarde atribuíram-se medalhas e diplomas a todos os atletas e elegeu-se o atleta do ano, Bruno Silva.
Na cerimónia marcaram presença, entre outros, a vereadora do Desenvolvimento do Potencial Humano da Câmara Municipal de Gondomar, Aurora Vieira, o presidente da União das Freguesias de Gondomar (S. Cosme), Valbom e Jovim, José António Macedo e a responsável pelo pelouro do desporto, Cláudia Amaral, Domingos Martins, presidente da Federação das Coletividades do Porto e presidente da Assembleia Geral do clube e Fernando Lima, massagista da associação.
“O nosso objetivo é fazer valer os gondomarenses e dar nome a Gondomar no atletismo. Queremos ter os jovens connosco e tirá-los das más vidas”, refere o presidente David Fernandes. “Estou no clube desde 1999, como atleta, e o balanço é francamente positivo”, acrescenta o dirigente.
A Luz e Vida Gondomarense teve, este ano, a correr 34 atletas federados, a maior parte da formação. David lamenta as condições que o clube tem para os atletas mas garante que “a base de tudo é o esforço e dedicação” e que isso, “o clube tem”.

Bruno Silva, o campeão nacional

Bruno Silva

Bruno Silva é campeão nacional em 800 metros

Com 1m53s80 de marca nos 800 metros, Bruno Silva é o campeão nacional e o mais recente herói da A. R. Luz e Vida Gondomarense. Nas comemorações do 67.º aniversário, foi eleito atleta do ano e recebeu lembranças e diploma por entre os aplausos do público presente.
“Comecei na Luz e Vida Gondomarense há dois anos e inicialmente foi um começar do zero, apesar de já ter passado pela formação do FC Porto. Tive alguns títulos importantes, fui campeão regional júnior, também no escalão sénior, obtive os mínimos para o campeonato nacional de pista coberta em juniores, mas por falta da experiência não correram da melhor forma”, revela o campeão, em entrevista ao Vivacidade.
Quanto ao título – que acumula com muitos outros – Bruno Silva diz ser “um orgulho representar este clube e Gondomar.” “Sinto-me bem aqui e o clube oferece-me boas condições para competir. Talvez mais tarde possa pensar no SL Benfica ou no FC Porto”, afirma. “Somos uma família e essa é a melhor parte”, continua.
A pensar na época que se avizinha, Bruno Silva não esquece os vários títulos obtidos em 2013/2014: campeão regional em 800m de pista coberta, campeão regional júnior zona norte em 800m e vive em 1500m. Para o próximo ano, Bruno Silva quer voltar a deixar “marca” mas, para já, é preciso “avaliar os objetivos e definir as prioridades.” “Tudo vai depender das condições financeiras e do trabalho realizado”, conclui.

,