Marco Martins anuncia investimento de 1,5 milhões de euros em Fânzeres

Marco Martins e parte da equipa de vereadores / Foto: Direitos Reservados

Marco Martins e parte da equipa de vereadores / Foto: Direitos Reservados

Intervenção prevê requalificação do Largo Júlio Dinis e do Pavilhão Gimnodesportivo de Fânzeres

O anúncio foi feito no final da reunião pública da Câmara de Gondomar, a 11 de maio, na Junta de Freguesia de Fânzeres. “O Município vai investir cerca de 1,5 milhões de euros na requalificação do Largo Júlio Dinis e no Pavilhão Municipal de Fânzeres”, disse o edil gondomarense, Marco Martins.

O zona central de Fânzeres vai sofrer uma remodelação implementada pela Câmara Municipal de Gondomar. Objetivo? Reorganizar o espaço público, racionalizar o tráfego viário, criar um amplo espaço público com um edifício de convívio, aumentar o número de lugares de estacionamento e preservar um marco histórico da vila, o Padrão Centenário da Pátria, vulgarmente conhecido como “Cruzeiro da Costa”.

“Pretendemos uma revolução total do Largo Júlio Dinis. Fânzeres sempre foi uma freguesia sem um verdadeiro centro. Já se falava numa reformulação, desde 1985, mas a ideia ficou sempre na gaveta. O que apresentamos agora é uma transformação profunda daquela área e vamos associar a isso a requalificação do pavilhão desportivo”, afirmou Marco Martins, presidente da Câmara Municipal de Gondomar.

A autarquia vai investir mais de 650 mil euros num local que abrange o Largo Júlio Dinis e as ruas de São Tiago, da Alvarinha e do Valado, numa primeira fase, e a Travessa de São Tomé, numa segunda fase da empreitada. “Vamos tentar conseguir fundos comunitários para esta requalificação através do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano”, garantiu o autarca, que quer lançar o concurso da obra até ao final deste verão. Segundo Marco Martins, a intervenção no Largo Júlio Dinis deverá ficar concluída até ao final de 2017.

Pavilhão Gimnodesportivo de Fânzeres remodelado até ao final do ano

O anúncio da autarquia envolveu também a remodelação do Pavilhão Gimnodesportivo de Fânzeres, equipamento que há 30 anos não beneficia de qualquer obra.

A aproximação da Cidade Europeia do Desporto, em 2017, torna urgente a remodelação do equipamento – o segundo maior do concelho, depois do Multiusos de Gondomar – segundo as regras definidas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, além de avançar com novos acessos e arranjos exteriores.

“A intervenção pretende tornar o pavilhão mais operacional e seguro. O projeto prevê a requalificação energética do equipamento, a remoção do amianto, novos balneários, acessibilidades renovadas, segurança contra incêndios e melhores condições para a prática desportiva”, detalhou Marco Martins.

A intervenção tem um orçamento de 750 mil euros e não vai contar com o apoio de fundos comunitários. “O pavilhão tem um prazo de intervenção de meio ano. Queremos o pavilhão pronto a tempo do próximo ano porque Gondomar será Cidade Europeia do Desporto”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Gondomar.

União de Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova aprova investimento da autarquia

À margem da reunião pública, Daniel Vieira, presidente da União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova, viu com bons olhos o anúncio dos projetos do Município para Fânzeres. “É um projeto importante para a freguesia. Desde o início do mandato que temos sugerido a requalificação do Largo e, para a freguesia, esta intervenção era uma prioridade”, disse o autarca ao nosso jornal.

 

 

, , ,