Multiusos de Gondomar recebeu 4.º Encontro de Desportos Gímnicos

4º Encontro Gímnico - março 2019

A iniciativa teve lugar no Multiusos de Gondomar / Foto: Joana Aleixo

 

 

 

 

 

 

 

No dia 23 de março, o Pavilhão Multiusos abriu pela quarta vez consecutiva as portas para mais um importante evento do desporto escolar. O 4.º Encontro Gimnodesportivo contou com a participação de 110 grupos, com um total de cerca de 300 crianças que se dedicam todos os dias à modalidade para obter os melhores resultados possíveis.

Cerca de três centenas de crianças participaram no 4.º Encontro de Desportos Gímnicos, competição de desporto escolar que promove não só a atividade física, mas também o convívio entre todos os alunos.

Salientando a importância que a ginástica tem em Portugal, Pedro Santos, professor Academia Colégio Paulo VI, conta ao nosso jornal que esta instituição é neste momento a escola que concorre com mais grupos na vertente da acrobática, “sendo que na totalidade concorrem também trios direcionados à ginástica de grupo”, no entanto este admite “não concorrer nessa vertente da modalidade, porque acredita que  perderia a identidade da sua escola”.

Esta competição é realizada para que todos os alunos participem, sem exceção. O professor revela ainda que os seus alunos “trabalham todos os dias para duas competições diferentes, para o desporto escolar e para a competição da federação”. “Praticam de segunda à sexta, cerca de duas horas por dia”, contudo, o ginasta revela que sente que a procura deste desporto tem aumentado significativamente e que “a ginástica em Portugal tem sido cada vez mais valorizada”, descrevendo a situação de uma escola da federação que se inscreveu no desporto escolar, o que demonstra que “esta competição tem ganho cada vez mais relevância e exigência ao longo destes anos”.

Por sua vez, Rafael Lima, aluno do Colégio Paulo VI diz-nos que já tem alguma experiência na modalidade e que a participação neste tipo de competições “o incentiva porque é o desporto que mais gosta de fazer”. No entanto, apesar do gosto por este desporto admite que “no futuro, vai ser uma área complicada a seguir, visto que os ginastas ainda estão a adquirir relevância no nosso país”.

Já Maria Cunha complementou o ballet com a ginástica, “porque as modalidades se interligam e um dia espera fazer ginástica a nível profissional”.

Recorde-se que Colégio Paulo VI foi por três anos consecutivos campeão de ginástica a nível nacional, tendo por base o lema “um passo de cada vez, nunca um passo à frente, nem atrás, o importante é pensar no agora”.

, , , , , ,