Multiusos de Gondomar recebeu II Festival Nacional de Bandas de Música

O evento trouxe música ao Multiusos de Gondomar / Foto: José Pedro Oliveira

O evento trouxe música ao Multiusos de Gondomar / Foto: José Pedro Oliveira

Multiusos de Gondomar recebeu II Festival Nacional de Bandas de Música. No último fim-de-semana de novembro, nos dias 29 e 30, Gondomar recebeu diversas bandas sinfónicas no Pavilhão Multiusos. Grupos de diversos locais do país juntaram-se para divertir os gondomarenses durante duas tardes seguidas. O evento “ultrapassou as expectativas”.

No dia 29 de Novembro, a Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública de Lisboa, dirigida pelo Maestro Comissário Ferreira Brito, abriu o espetáculo à medida que as bancadas se iam enchendo de espectadores curiosos de todas as idades. Ao longo da tarde, as pessoas começaram a ocupar quase todos os lugares, batendo o número de espectadores do mesmo evento realizado no ano anterior.

O Vivacidade ouviu Francisco Ferreira, diretor da Academia de Musica de Costa Cabral, que falou do evento em geral. “O evento está mesmo a ultrapassar as expectativas. Temos muito público, as pessoas estão extremamente satisfeitas. Em termos de organização está a correr tudo como planeado, e acima de tudo, isto é um espetáculo direcionado para um público e este público aderiu. Em relação ao ano passado, temos sensivelmente mais 300% de adesão, ou seja no ano passado tivemos apenas um terço do que temos este ano”, indicou.

Entre composições portuguesas e estrangeiras, no mesmo dia ainda tocaram as Orquestras de Sopros e Percussão do Básico e do Secundário da Academia de Música de Costa Cabral – que contou com os mais novos músicos do evento -, dirigidas pelo Maestro Luís Carvalhoso, a Banda Musical de Santiago de Silvalde, orientada pelo Maestro Filipe Fonseca, a Banda Musical de Lagares, direcionada pelo Maestro Alberto dos Santos Vieira e, para fechar o dia musical, a Banda de São Cristóvão de Rio Tinto, conduzida pelo Maestro José Miguel Bovião Monteiro. O público ajudou ao clima do festival. “Penso que os músicos também já traziam a lição estudada de casa mas obviamente que para um músico é uma grande satisfação ter muito público a assistir”, afirmou Francisco Ferreira.

No intervalo das atuações das diversas bandas que atuaram, o bar do Multiusos recebia os espectadores e existia ainda uma banca, onde eram vendidos produtos como os discos dos grupos presentes, réplicas de alguns instrumentos musicais, entre outros objetos.

O II Festival Nacional de Bandas de Música realizou-se no Multiusos de Gondomar / Foto: José Pedro Oliveira

O II Festival Nacional de Bandas de Música realizou-se no Multiusos de Gondomar / Foto: José Pedro Oliveira

Domingo preservou cultura musical, com atuação de quatro bandas sinfónicas

Se os grupos musicais de sábado elevaram a fasquia das atuações, as orquestras de domingo não quiseram ficar atrás. Foi, aliás, possível ouvir mais quatro grupos que fizeram encher o Multiusos de Gondomar.

No começo da tarde do dia 30, foi apresentada a Banda de Música de São Martinho de Fajões, liderada pelo Maestro Bruno Costa. Ao decorrer de domingo ainda foi possível apreciar as prestações da Banda de Música das Antas, direcionada pelo Maestro Diogo Costa e da Banda de Música Sociedade Musical Arcos de Valdevez, orquestrada pelo Maestro Gil Magalhães. Para finalizar um fim-de-semana recheado de cultura musical, a Banda Militar do Porto e seu maestro Capitão CBMus Alexandre Coelho terminaram as atuações com um espetáculo aplaudido pelos espectadores.

O II Festival Nacional de Bandas de Música juntou músicos de todas as idades e a qualidade apresentada “foi tão alta que não se notou diferença nem nervosismo.” Pelo menos é o que explica ao Vivacidade Francisco Ferreira, diretor da Academia de Musica de Costa Cabral. “Eles próprios já participaram em concertos na Casa da Música, no Rivoli, no Europarque, e como diz o ditado, é desde pequenino que se torce o pepino. Isto não é propriamente uma novidade para a maioria deles. Muitos deles têm algum hábito de participar nestes concertos mas, obviamente que há sempre alguns novos que participaram pela primeira vez. Mas com a maturidade dos mais velhos, não existe qualquer nervosismo. Este fim-de-semana sinfónico provou ter sido um sucesso”, comentou Francisco Ferreira.

O mau tempo deu tréguas no fim-de-semana e a adesão dos gondomarenses promete uma repetição do evento para o ano. O II Festival Nacional de Bandas de Música foi organizado pela Câmara Municipal de Gondomar e pela Banda Sinfónica Portuguesa.

,