Município desloca fábrica de pirotecnia para São Pedro da Cova

Nos próximos cinco meses, a fábrica de pirotecnia situada em Gramido vai mudar-se para São Pedro da Cova. A decisão foi tomada, no início deste mês, pela Câmara Municipal de Gondomar.

Um parecer favorável da Direção-Geral de Explosivos da PSP e a vontade da Câmara Municipal de Gondomar vão relocalizar uma fábrica de pirotecnia de Gramido, Valbom, para Tardariz, São Pedro da Cova.

A decisão foi aprovada em reunião do executivo municipal, mas mereceu a oposição da CDU, por considerar que o novo local “fica bastante próximo de habitações residenciais”.

O caso arrasta-se desde 2011, altura em que a autarquia aprovou o projeto para deslocalizar a pirotecnia para um terreno em que o Município cedeu em São Pedro da Cova. Na altura, o objetivo passou por eliminar o risco da zona de Gramido e levar a fábrica para um local afastado, isolado e que cumprisse com as normas de segurança.

A mudança vai agora concretizar-se num prazo de cinco meses. O proprietário já foi notificado e, de acordo com a Câmara de Gondomar, tem três meses para concluir as obras e, depois, outros dois, após a emissão de licença, para se mudar de vez de Gramido para São Pedro da Cova. A empresa vai fixar-se por trás do antigo bairro ilegal de Tardariz, demolido no ano passado pela Câmara.

CDU votou contra
Os vereadores da CDU votaram contra a proposta do executivo socialista. “Tal como afirmamos desde o início deste processo, haviam outras possibilidades para a instalação desta fábrica e para a resolução deste problema”.

, , , ,