Museu Mineiro expõe fósseis de António Patrão

Exposição Museu Mineiro - janeiro 2018

A coleção de fósseis de António Patrão pode ser visitada no espaço museológico / Foto: Pedro Santos Ferreira

No dia 19 de janeiro, realizou-se a pré-inauguração da mais recente mostra patente no Museu Mineiro de São Pedro da Cova, intitulada “A Floresta Tropical de há 300 milhões de anos”.

Parte da coleção de fósseis de António Patrão, ex-mineiro das Minas do Pejão, dão vida à exposição “A Floresta Tropical de há 300 milhões de anos”, promovida pela União das Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova.

A mostra pode ser visitada no Museu Mineiro de São Pedro da Cova, onde irá permanecer até 30 de março, com entrada livre.

A pré-inauguração, evento dedicado aos professores e dirigentes de coletividades, procurou, de acordo com a organização “proporcionar aos presentes uma visita guiada pela história do nosso planeta, recuando a um período em que a Terra era dominada por um supercontinente – Pangea – e cuja localização geográfica da Península Ibérica (junto à linha do equador) proporcionou o desenvolvimento de densas florestas que deixaram alguns vestígios preservados em fósseis, cuja existência permite o estudo da biodiversidade e do paleoambiente de então”.

Ao nosso jornal, António Patrão destacou a possibilidade dos visitantes contactarem com “peças com cerca de 300 milhões de anos”, que caracteriza como “pequenos fragmentos de plantas que existiram no período carbonífero, na zona do Pejão”.

Por sua vez, Liliana Ferreira, geóloga que acompanha a exposição nos locais por onde ela vai passando, salientou que a recolha de fósseis é feita “há mais de 30 anos, com um carinho especial”. “Cada fóssil conta uma história e o conjunto de exemplares contam uma pequena parte da história do nosso planeta”, concluiu.

, , , ,