Novembro é mês de teatro em Rio Tinto

Esta será a 15ª edição do Festival de Teatro da Cidade de Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

Esta será a 15ª edição do Festival de Teatro da Cidade de Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

A 15ª edição do Festival de Teatro da Cidade de Rio Tinto já arrancou. Durante o mês de novembro, a sala de espetáculos recebe quatro grupos convidados pelo Grupo Dramático e Beneficente de Rio Tinto, responsável pela organização e peça de encerramento do festival.

O 15.º Festival de Teatro da Cidade de Rio Tinto começou no início do mês de novembro, com a peça “Azul Longe nas Colinas”, de Dennis Potter, encenada pelos In Skené – Grupo de Teatro Amador de Gondomar. A sala de espetáculos do Grupo Dramático e Beneficente de Rio Tinto teve lotação esgotada, naquele que foi considerado “um dos melhores arranques de festival dos últimos tempos”, segundo Alberto Mendes, presidente do Dramático de Rio Tinto.

“Quando acaba um festival começamos logo a pensar no próximo. Tentamos sempre chegar a novembro com tudo a correr às mil maravilhas”, explica ao Vivacidade.

O dirigente da associação de Rio Tinto admite que a cobrança de bilhetes chegou a ser equacionada mas para já a entrada no salão de espetáculos do Drámatico de Rio Tinto continua a ser livre. “A ideia nunca avançou. Optamos por vender umas rifas nos dias dos espetáculos e quem quiser dá o seu contributo. A nossa obrigação é fazer teatro”, diz Alberto Mendes.

Francisco Nogueira, encenador do grupo de teatro residente, espera começar já no final do 15.º Festival a preparar a próxima peça do Grupo de Teatro Renascer do Dramático de Rio Tinto. “Em 2015 vamos ter uma nova peça que vai estrear na 16ª edição do Festival”, refere o encenador.

Este ano, o Festival celebrou uma parceria oficial com a Junta de Freguesia de Rio Tinto e conta com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar. A entrada é livre, todos os sábados às 21h45.

O que falta ver:
22 de novembro – “A Fuga”, pelo Grupo de Teatro TEIA – Alvarim Tondela
29 novembro – “Mãos à Obra Porto”, pelo Grupo de Teatro Renascer do Dramático de Rio Tinto

, , ,