“Olhares, Reflexões e Paixões de um Geógrafo” é o novo livro de Rio Fernandes

Livro Rio Fernandes - fevereiro 2019

Rio Fernandes tem um novo capítulo na sua bibliografia / Foto: Pedro Santos Ferreira

Editado em dezembro de 2018, “Olhares, Reflexões e Paixões de um Geógrafo” é o mais recente título da bibliografia de José Alberto Rio Fernandes. Ao Vivacidade, o geógrafo, natural de Gondomar, caracteriza a obra como “resultado da observação e tentativa de entender os espaços, lugares e coisas”.

Cem textos da autoria de Rio Fernandes, a par de 100 textos de convidados resultaram na edição do livro “Olhares, Reflexões e Paixões de um Geógrafo”. A publicação surge na sequência de uma compilação de crónicas do geógrafo e professor da Faculdade de Letras do Porto, que mantém uma colaboração semanal com o Jornal de Notícias, todas as quartas-feiras, onde escreve sobre geografia, territórios, conceitos geográficos e autores de referências.

“Neste livro procurei retirar as crónicas políticas. A ideia que tive foi de convidar 100 pessoas a comentar estes meus 100 textos. Desafiei amigos, pessoas que respeito muito e também alguns familiares. Paralelamente a isso, há depois imagens que completam os textos. São fotografias minhas, sendo que eu sou apenas um amador com gosto por reter na imagem vários aspetos que me chamam a atenção. Contudo, todas as fotografias estão a preto e branco porque não são o elemento central. O que importa verdadeiramente são os textos e o pensamento que expressam”, descreve o autor, natural de Gondomar.

O título, explica, “resulta da observação, da reflexão e da tentativa de entender os espaços, lugares e as coisas”.

Aos 60 anos, Rio Fernandes confessa ter uma melhor capacidade de observação e um elemento sempre presente em todas as suas crónicas: o Porto. “É a minha cidade, logo, tudo o que observo é comparável ao lugar que melhor conheço, o Porto”, acrescenta.

A obra foi lançada no salão nobre da Reitoria da Universidade do Porto e teve, em Gondomar, uma segunda sessão de apresentação ao público, no Clube Gondomarense [ver caixa].

Atento ao desenvolvimento do concelho onde nasceu, Rio Fernandes mostra-se satisfeito com as opções do Município nos últimos anos, mas não deixa de alertar para a necessidade de repensar o espaço público, nomeadamente em Gondomar (São Cosme), a par da “necessária recuperação e revitalização do património mineiro de São Pedro da Cova”.

Ao nosso jornal, o geógrafo admitiu ainda que já está a trabalhar na próxima publicação, que será uma réplica do livro “O Porto e a Airbnb”, desta vez centrado em Lisboa.

Livro foi apresentado no Clube Gondomarense
O novo livro de Rio Fernandes foi apresentado no dia 8 de fevereiro, no Clube Gondomarense. A sessão foi moderada por Mário Marques e contou com a presença de Marco Martins, presidente do Município de Gondomar, que assina também um dos 200 textos desta obra.

, ,