Parque das Serras do Porto aposta na prevenção de incêndios

Parque das Serras do Porto - dezembro 2018

O Parque das Serras do Porto passou a ter um plano contra os incêndios / Foto: Direitos Reservados

No dia 28 de novembro, os autarcas de Gondomar, Valongo e Paredes apresentaram o Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto. O documento norteará as ações do projeto intermunicipal nos próximos anos.

Os presidentes dos municípios de Gondomar, Valongo e Paredes apresentaram uma série de medidas de prevenção de incêndios florestais e de preservação do património previstas para o Parque das Serras do Porto. As diretrizes estão contempladas no Plano de Gestão deste projeto intermunicipal, documento que vai orientar os autarcas nos próximos anos.

Desta forma, a Associação de Municípios das Serras do Porto chama a atenção para a necessidade de envolver pessoas, instituições e empresas nas políticas de ordenamento que previnam a ocorrência de fogos florestais, apontando um plano de ação que inclui medidas como o combate às plantas invasoras, limpeza das margens dos rios Ferreira e Sousa e a criação de um trilho que una os três concelhos a pensar nas atividades de lazer e turismo.

O Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto foi apresentado pela arquiteta Teresa Andresen, que salientou que uma área com 6.000 hectares vai beneficiar de medidas de cariz transversal e outras mais locais, mas todas concertadas entre os três municípios e envolvendo outras entidades, a pensar na prevenção dos incêndios, preservação do património, atividades de recreio e qualidade de vida para quem vive no parque.

Na apresentação do documento, foi também concedida a presidência da Associação de Municípios das Serras do Porto a Marco Martins, presidente da Câmara de Gondomar, cumprindo a regra de rotatividade no exercício daquele cargo.

, ,