Visita técnica ao Cais da Lixa

No dia 19 de setembro, a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, visitou as obras do Cais de Lixa, naquele que é um projeto essencial para a dinamização do Alto Concelho.

Considerado como “uma âncora para o desenvolvimento do Concelho” pelo Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Marco Martins, o novo Cais da Lixa surge no seguimento do protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Gondomar e a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S.A. (APDL). Ainda antes da visita à obra, os técnicos da APDL procederam à apresentação do projeto “Shore Side Connection”.

Ana Paula Vitorino, destacou que esta “requalificação urbana aproxima naturalmente as pessoas da água”. “Queremos aproximar e dar maior sensibilidade das pessoas para importância que o elemento água tem nas nossas vidas e na vida do nosso planeta, algo que não podemos fazer se existir uma barreira num território mal cuidado entre aquilo que é a ocupação urbana e o nosso rio, o rio Douro”. Para a ministra do mar, o grande desafio “é tornar o Douro num símbolo europeu do que é a sustentabilidade nas vias fluviais navegáveis” e ainda lançou o apelo para serem aplicados “os desígnios da economia circular azul”.

Para Marco Martins a obra representa o “cumprir de um sonho muito importante para Gondomar” e impulsionador da economia local. “Os estudos dizem que cada navio hotel tem impacto onde está atracado, onde tem o seu cais na ordem dos dois milhões e meio por ano naquilo que é o fornecimento de bens, serviços, produtos hortícolas, lavandaria e mão de obra. O objetivo é que os turistas possam complementar a entrada ou a saída daquele cais com produtos de Gondomar, como a rota da Filigrana ou o Parque das Serras”.

O autarca elucidou ainda acerca do investimento na “obra que foi sonhada e pensada”. “Inicialmente iria ser paga pela Câmara, felizmente a APDL teve um financiamento e, portanto, foi tudo financiado pela APDL. A Câmara comprometeu-se a construir uma rotunda em cima do acesso da 108 da marginal para ali de cerca de 600 mil euros”. Para o edil gondomarense a obra em questão potencia o desenvolvimento do turismo e funcionará como ponto de partida para outros projetos locais.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.