Posto de Controlo de Pescado registou cerca de 4200 lampreias

Lampreia - maio 2017

Em 2017, o Posto de Registo e Controlo de Pescado voltou a bater recordes / Foto: Arquivo Vivacidade

O Posto de Registo e Controlo de Pescado de Valbom recebeu cerca de 4200 lampreias na época de 2017. O número representa um crescimento a rondar os 30%, face ao ano anterior.  

Em 2017, de 1 de fevereiro a 30 de abril, foram registadas 4192 lampreias – número recorde desde a abertura do equipamento – no Posto de Registo e Controlo de Pescado, em Valbom, na Ribeira de Abade.

Segundo o Município, “os números obtidos pelo Posto de Registo mostram que a pesca no Douro, mesmo sendo sazonal, existe e deve ser respeitada como qualquer outra atividade, vindo a apresentar valores sempre crescentes”.

À semelhança das duas épocas anteriores, fevereiro registou os valores mais baixos, sendo, ainda assim, o melhor fevereiro desde 2015. De acordo com a autarquia, “estes valores justificam-se, principalmente, pela força das águas libertadas pela barragem de Crestuma-Lever, que reduziu o número de embarcações aptas”.

Em março, o Posto de Registo registou descargas diárias, duplicando as embarcações e triplicando as lampreias capturadas. Por sua vez, em abril, o número de lampreias diminuiu ligeiramente, registando-se, contudo, uma subida no preço por quilograma.

O Posto de Registo e Controlo de Pescado de Valbom é fruto de uma parceria entre pescadores, Câmara Municipal de Gondomar, Docapesca e Vianapesca.

“Este é um projeto ganho pelo Município”
Ao Vivacidade, Carlos Brás, vereador da Câmara de Gondomar, sublinha a “aposta ganha” do Município. “Sabemos que não vamos crescer sempre a este ritmo, mas já estamos muito satisfeitos com os números alcançados”, afirma o autarca.

, , , ,