Programa de Apoio ao Movimento Associativo aumenta verba em 20%

Reunião municipal pública em Rio Tinto - julho 2016

O programa de apoio ao movimento associativo foi aprovado em Rio Tinto / Foto: Pedro Santos Ferreira

A Câmara Municipal de Gondomar aprovou a 6 de julho, por unanimidade, as candidaturas inseridas no programa de Apoio ao Movimento Associativo de 2016.

Os apoios financeiros, que estarão disponíveis para as associações e coletividades até ao final deste mês, ascendem a 800 mil euros, o que se traduz num aumento de cerca de 20% face ao ano passado.

A deliberação foi tomada na reunião descentralizada realizada no salão nobre da Junta de Freguesia de Rio Tinto e prevê a atribuição de 123.991 euros a distribuir pelas instituições de desenvolvimento social, 266.171 euros para a atividade cultural e recreativa, 404.062 euros para a prática desportiva e 3.205 euros para o apoio socioeducativo.

“Temos noção que as coletividades precisam deste apoio”
À saída da reunião municipal pública, Marco Martins, presidente da Câmara de Gondomar, reconheceu, em declarações ao nosso jornal, o “apoio fundamental deste Programa para as coletividades do concelho”. “Recordo que quando tomamos posse, em outubro de 2013, ainda estavam por liquidar 50% dos subsídios de 2012. Nós pagamos essa verba de imediato, pagamos em 2013, liquidamos as verbas de 2014 em setembro e queremos pagar as verbas de 2016 até ao verão. Temos noção que as coletividades precisam deste apoio fundamental o mais cedo possível”, disse o presidente do Município.

, , , ,