PSD defende traçado original do metro para Valbom

PSD - março 2018

Rafael Amorim junto da comitiva social-democrata, em Valbom / Foto: Pedro Santos Ferreira

Uma comitiva do PSD Gondomar visitou, no dia 5 de maio, o território de Valbom para reclamar a passagem do metro, de acordo com o traçado original, naquela freguesia.  

A coligação PSD/CDS-PP visitou a freguesia de Valbom para reclamar uma posição concertada no que diz respeito ao “futuro traçado de metro” para Gondomar.

A comitiva, encabeçada pelo vereador Rafael Amorim, iniciou a visita no Grupo Etnográfico de Valbom, passando pela ARPA, empresa de ourivesaria, antes de visitar o local onde estava inicialmente prevista a passagem de uma linha de metro.

“Hoje, estaria aqui uma estação. Caso isso tivesse acontecido, íamos ajudar uma grande quantidade de pessoas. Contudo, com o novo traçado, o metro passa apenas por pastos e terrenos agrícolas, não servindo as necessidades dos valboenses e dos gondomarenses”, criticou o vereador.

Rafael Amorim lembrou o debate sobre os transportes durante a campanha eleitoral, as responsabilidades acrescidas de Marco Martins no setor dos Transportes na Área Metropolitana do Porto (AMP) e o clima político favorável ao PS para lamentar “o atraso de Gondomar no que toca ao desenvolvimento dos transportes”.

“[Durante a campanha] Quando propusemos que seria prioritário concluir a linha de Fânzeres/São Cosme foi quase considerado um disparate. Propusemos isso porque sabíamos que era uma linha mais pequena e que poderia ser inserida no atual quadro comunitário, o Portugal 2020. Efetivamente, o Governo PS optou por outra solução, nomeadamente pela Linha Rosa. Marco Martins respondeu com um novo traçado para a ligação São Cosme/Porto, via Valbom. Esta coligação continua a defender o fecho de Fânzeres/São Cosme e de São Cosme/Valbom pelo traçado original”, referiu o social-democrata, ladeado pela deputada da Assembleia da República, Germana Rocha.

Para isso, referiu Rafael Amorim, é preciso tirar proveito da reprogramação do Portugal 2020, que apelou depois às vozes gondomarenses para que se façam ouvir na AMP.

O vereador defende a passagem do metro pela zona das piscinas de Valbom, numa lógica que privilegie a mobilidade interna, “necessária às populações do concelho”, ao invés da mobilidade circular – a chegada de Gondomar ao Porto.

A comitiva avançou depois para um período de audiências com a população de Valbom nas instalações cedidas pelo Grupo Etnográfico de Valbom.

, , , ,