Ricardo Couto vence Prémio Sophia Estudante

Ricardo Couto (o segundo a contar da esquerda) venceu o prémio Sophia Estudante / Foto: Direitos Reservados

Ricardo Couto (o segundo a contar da esquerda) venceu o prémio Sophia Estudante / Foto: Direitos Reservados

O documentário “Terra Mãe”, do realizador gondomarense Ricardo Couto, conquistou o Prémio Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema, na categoria Estudante.

No dia 13 de maio, Ricardo Couto, jovem cineasta gondomarense, conquistou o Prémio Sophia Estudante, atribuído pela Academia Portuguesa de Cinema, com a curta-metragem “Terra Mãe”.

O documentário rodado em Boticas é produto de uma residência artística realizada no âmbito do Mestrado em Comunicação Audiovisual do Instituto Politécnico do Porto.

“Este prémio veio coroar o documentário. A equipa que produziu o filme recebeu cinco mil euros e o apoio para a produção de mais uma curta-metragem, o que indica que não vamos ficar por aqui. Julgo que isso é o mais importante, porque saímos dos Prémios Sophia com perspetiva de futuro”, afirma Ricardo Couto.

Ao nosso jornal, o realizador de “Terra Mãe” admitiu poder vir a dar continuidade ao género documental com novos realização de novas curtas-metragens. “Neste momento estou a desenvolver um novo documentário sobre a minha relação pessoal com o 25 de Abril, com a particularidade que eu nasci 20 anos após a data. O filme explora essa condição”, explica o cineasta.

O documentário premiado vai ser exibido no Auditório Municipal de Gondomar durante o mês de junho e contará com a presença do realizador para um momento de reflexão sobre o filme.

,