Rio Fernandes falou sobre o concelho no Clube Gondomarense

Rio Fernandes no Clube Gondomarense

O geógrafo falou sobre o concelho / Foto: Pedro Santos Ferreira

O geógrafo gondomarense Rio Fernandes esteve no Clube Gondomarense a 6 de novembro. A palestra foi subordinada ao tema “Gondomar visto desde o Porto e o Porto visto desde Gondomar”.

O salão nobre do Clube Gondomarense recebeu o geógrafo Rio Fernandes para uma palestra sobre o concelho. “Gondomar visto desde o Porto e o Porto visto desde Gondomar” era o tema da conversa com os gondomarenses que lotaram o espaço da associação.

Segundo Rio Fernandes, Gondomar é visto pelos portuenses como “uma periferia com falta de hierarquia viária, um local com mais residentes que visitantes, repleto de casas e com um espaço público de pouca qualidade para os habitantes locais”.

Entre os desafios e oportunidades para o concelho, o geógrafo natural de Gondomar admitiu que é necessária “uma ideia de futuro para o território” com um novo ciclo de políticas pautado por “menos construção, estradas e rotundas e mais preocupação com efeitos práticos na vida das pessoas”.

Segundo Rio Fernandes, o Parque Oriental do Porto, o projeto do Parque das Serras do Porto, a estratégia de valorização do rio Douro e o Metro do Porto podem ser “as grandes possibilidades de Gondomar para o futuro”.

, , , ,