Rio Tinto acolhe primeiro grupo de “escoteiros” em Gondomar

O primeiro grupo de Escoteiros abriu em Rio Tinto / Foto: Direitos Reservados

No dia 30 de junho, abriu, em Rio Tinto, o primeiro grupo de Escoteiros da Associação de Escoteiros de Portugal. A coletividade defende um escotismo sem religião, credo ou partido, diferenciando, assim, o escotismo do escutismo.

A Associação de Escoteiros de Portugal (AEP) escolheu a cidade de Rio Tinto para criar o seu primeiro grupo de escoteiros (não confundir com escuteiros) em Gondomar. A diferença é fácil de explicar, a AEP propõe-se a defender um escotismo que não distinga religião, credo ou partido.

O grupo em formação iniciou as suas atividades no campo-escola, junto à ETAR do Meiral, contando desde já com mais de 30 jovens com idades entre os seis e os 21 anos e 14 adultos. De acordo com a organização, o objetivo passa por “realizar já o seu primeiro acampamento no início do próximo mês”.

Contudo, em comunicado, a AEP esclarece que este grupo de Rio Tinto pretende ser “um complemento à oferta já existente no concelho”, tendo em conta os diversos grupos de escuteiros católicos.

Por agora, o grupo em formação de Rio Tinto vai ficar sediado no antigo horto municipal, espaço cedido pela Câmara Municipal de Gondomar. As atividades têm lugar aos sábados das 15h30 às 19h, na Travessa do Meiral, junto à ETAR.

, , , ,