Rio Tinto em Festa substitui Festa da Cerveja

De 5 a 10 de junho espaço da antiga feira volta a receber música, gastronomia e artesanato

Nuno Fonseca organiza o evento em conjunto com a empresa Encantos e Talentos/ Foto: Ricardo Vieira Caldas

Nuno Fonseca organiza o evento em conjunto com a empresa Encantos e Talentos/ Foto: Ricardo Vieira Caldas

A tradicional Festa da Cerveja em Rio Tinto vai a partir deste ano dar lugar a um novo evento: o ‘Rio Tinto em Festa’. Entre os dias 5 a 10 de junho, o espaço da antiga feira riotintense vai ter música, festa, gastronomia e artesanato em destaque e o custo da entrada é de um euro, válido para os seis dias do evento.

O cartaz dos grupos que vão atuar no Rio Tinto em Festa já está fechado e são os Som Livre Band que vão inaugurar a festa no dia 5 de junho, pelas 22h. No dia 6 é a vez da Banda Iniciadores subir ao palco, pelas 22h. O músico Paulo Ribeiro (ex-Bandalusa) e o conjunto Prata Latina sobem ao palco no terceiro dia do Rio Tinto em Festa. No dia 8 de junho a banda FZK e os Gristo Académico iniciam o espetáculo pelas 22h. Marcus Machado regressa à freguesia após o concerto da Gondomar Band, dia 9, pelas 21h30. A encerrar, a banda Union Salsera, atua no dia 10 de junho, pelas 21h30.

Paralelamente vai realizar-se a 14ª edição da Feira de Artesanato.

Marcus Machado regressa a Rio Tinto/ Foto: Direitos Reservados

Marcus Machado regressa a Rio Tinto/ Foto: Direitos Reservados

“Disfrutar do mesmo evento mas num conceito mais festivo”

“A mudança do nome deve-se ao decréscimo no conceito da Festa da Cerveja. No ano passado tivemos uma queda no número de visitantes e não estávamos a conseguir angariar os apoios dos patrocinadores que já tínhamos tido. Nesse sentido optamos por mudar de conceito e por continuar a organizar a festa com custos controlados mas melhorando”, explica Nuno Fonseca, presidente da Junta de Freguesia, ao Vivacidade. Por sua vez, Carlos Ferreira, gerente da empresa Encantos&Talentos, que vai partilhar a organização da festa com a Junta, acrescenta que o novo conceito se deve “ao facto da Festa da Cerveja nunca ter sido uma Festa da Cerveja.” “As Festas da Cerveja servem para divulgar as diversas marcas e degustar os diversos tipos de cerveja que existem e nunca foi isso, foi sempre uma festa popular da freguesia”, indica.

O orçamento ainda não está fechado”, esclarece Nuno Fonseca, mas uma das principais mudanças é a cobrança de um euro pelos seis dias de festa. “O principal objetivo é o de podermos melhorar o nível da festa. O valor angariado é para os artistas convidados, por isso quanto mais dinheiro angariado melhor o cartaz. Este investimento será visível no próximo ano”, indica. Parte da receita angariada será ainda entregue aos Bombeiros Voluntários da Areosa-Rio Tinto. O presidente da Junta aponta a preparação do terreno do evento para breve, numa ótica sustentável. Vai ser um espaço fechado e vamos procurar criar já algumas infraestruturas para o futuro. Também vamos procurar ter um cuidado maior com a limpeza do espaço”, revela ainda o autarca.

Quanto à adesão ao evento, Nuno Fonseca acredita que este ano se possa ultrapassar o número de visitantes do ano passado [25 mil pessoas].

Entrada é controlada por pulseira

Com entrada paga a partir deste ano, a Rio Tinto em Festa terá um recinto diferente na disposição e no controlo. “O recinto vai ser um pouco diferente mas mantém a identidade. Vamos manter a feira de artesanato mas com uma disposição diferente. Vamos procurar introduzir a feira no novo conceito e  as pessoas vão estar mais envolvidas na festa. Vamos ter a parte gastronómica e divulgar as empresas locais de restauração”, esclarece Carlos Ferreira, da organização.

Para aceder ao Rio Tinto em Festa terá que comprar uma pulseira, disponível para venda no recinto ou na Junta de Freguesia.

, , , , ,